Tu és a vida de minha alma

0
214
Santa Gertrudes de Helfta – Mosteiro de Santa María de San Salvador, Cañas (Espanha)

Tu és a vida de minha alma. Esteja sempre unido a Ti o amoroso afeto de meu coração, pela força do amor divino que o enternece e penetra totalmente. Fracasse tudo quanto sem Ti eu intentar, porque és a bela variedade de todas as cores, a doçura de todos os sabores, a fragrância de todos os olores, a deliciosa harmonia de todos os sons, o suavíssimo deleite dos íntimos abraços com que unes a Ti os que Te amam.

Em Ti encontro a deliciosa deleitação. De Ti mana a superabundância. Em pós Ti corre o coração suavemente atraído pelos castos e fervorosos afetos do amor.

Tu és o abismo da Divindade, ó digníssimo Rei dos reis, Imperador excelentíssimo, Príncipe ilustríssimo, Senhor bondosíssimo, Defensor poderosíssimo! Tu és a pérola viva que vivifica a humana nobreza, ó Artífice habilíssimo, Mestre doutíssimo, Conselheiro sapientíssimo, Amparo benigníssimo, Amigo fidelíssimo!

Tu és deliciosa união, acompanhada de íntima suavidade. Diviniza e transforma em Ti, enchendo-os de deleites, aqueles que Te amam. Ó Presenteador delicadíssimo, Acariciador terníssimo, Amante ardentíssimo, Esposo dulcíssimo, Vigilante castíssimo, Tu és viçosa flor de toda graça e formosura.

Ó Irmão amabilíssimo, Mancebo belíssimo, Companheiro agradabilíssimo, Hóspede generosíssimo, Administrador gentilíssimo, quero-Te mais que a todas as criaturas, por Ti renuncio a todos os deleites, por Ti aceito de boa vontade todas as adversidades e em tudo só a Ti procuro. Sinto em meu coração e afirmo com meus lábios que és Tu a vida de todos esses bens. À força de teu fervoroso amor acrescento a intenção de minha devoção e a eficácia de tua oração para que, pela inteireza da divina união, seja eu elevada ao mais alto píncaro da perfeição, onde todo impulso rebelde se desfaz

Santa Gertrudes de Helfta,
Legatus Divinæ Pietatis”, l.III, c.66

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui