Os Santos de cada dia – Abril

0
216
  1. Beato Carlos de Áustria, rei (†1922). Depois de padecer com heroísmo católico a queda do Império Austro-Húngaro após a Primeira Guerra Mundial, morreu exilado na Ilha da Madeira, Portugal.
  2. São Francisco de Paula, eremita (†1507 Castelo de Plessis-les-Tours França).
    Santa Teodora, virgem e mártir (†307). Jovem de dezoito anos presa, torturada e lançada ao mar por haver dado demonstrações de apoio e veneração aos cristãos levados ao tribunal em Cesareia da Palestina.
  3. Beato João de Penna, presbítero (†1275). Enviado por São Francisco de Assis à Gália Narbonense, França, propagou ali a nova forma de vida evangélica.
  4. Santo Isidoro de Sevilha, Bispo e Doutor da Igreja (†636 Sevilha Espanha).
    São Platão, abade (†814). Abade do Mosteiro de Sakkudion, na Bitínia, lutou energicamente contra os iconoclastas, opositores ao culto das sagradas imagens.
    São Francisco Marto, (†1919). Um dos três videntes de Fátima, irmão de Santa Jacinta.
  5. Domingo de Ramos da Paixão do Senhor.
    São Vicente Ferrer, presbítero (†1419 Vannes França).
    Santa Maria Crescência Höss, virgem (†1744). Religiosa franciscana que foi mestra de noviças e superiora em Kaufbeuren, Alemanha.
  6. São Filareto, monge (†1076). Mesmo tendo nascido em um ambiente muçulmano, soube seguir a verdadeira Fé e dedicar-se à oração. Morreu no Mosteiro de Santo Elias, na Calábria.
  7. São João Batista de la Salle, presbítero (†1719 Rouen França).
    Beatos Eduardo Oldcorne, presbítero, e Rodolfo Ashley, mártires (†1606). Religiosos jesuítas presos, torturados e esquartejados vivos no reinado de Jaime I da Inglaterra.
  8. Beato Clemente de Ósimo, presbítero (†1291). Prior-Geral dos Eremitas de Santo Agostinho, reformou com sabedoria as leis da Ordem.
  9. Quinta-Feira Santa. Instituição da Sagrada Eucaristia.
    Santo Acácio, Bispo (†séc. V). Empenhou-se em resgatar os persas cativos e submetidos a duros suplícios e, após o resgate, converteu-os à verdadeira Fé.
    Beata Lindalva Justo de Oliveira.
  10. Sexta-Feira da Paixão do Senhor.
    Santa Madalena de Canossa, virgem (†1835). Renunciou às riquezas para seguir a Cristo e fundou em Verona os institutos das Filhas e dos Filhos da Caridade.
Santa Madalena de Canossa
  1. Sábado Santo.
    Santo Estanislau de Cracóvia, Bispo e mártir (†1079 Cracóvia Polônia).
    Santa Gemma Galgani, virgem (†1903). Mística cheia de ardor pela Cruz de Cristo, que teve como privilégio receber os estigmas da Paixão e morrer no Sábado Santo, aos vinte e cinco anos.
  2. Domingo da Páscoa na Ressurreição do Senhor.
    Santa Teresa de Los Andes, virgem (†1920). Carmelita chilena que ofereceu a vida a Deus pela conversão do mundo. Morreu aos dezenove anos.
Santa Teresa de Los Andes, com hábito de professa
  1. São Martinho I, Papa e mártir (†656 Quersoneso Ucrânia).
    São Caradoco, presbítero e eremita (†1124). Tocava harpa no palácio real do País de Gales e, percebendo que naquele ambiente se amava mais os cães do que os homens, decidiu servir o Rei dos Céus.
  2. Santa Ludovina, virgem (†1433). Na Holanda, suportou com paciência os sofrimentos corporais que a afligiram, oferecendo suas dores pela conversão dos pecadores e salvação das almas.
  3. Beato César de Bus, presbítero (†1607). Após abandonar o mundo, fundou em Avignon, França, a Congregação dos Padres da Doutrina Cristã, com a finalidade de catequizar a infância, os pobres e os camponeses.
    São Damião de Veuster.
  4. São Drogão, recluso (†c. 1186). Almejando levar uma vida simples e recolhida, viveu quarenta anos numa pequena cela ­anexa à igreja de Sebourg, França, de onde podia assistir à Missa através de uma janelinha.
    São Bento José Labre.
  5. Beato Tiago de Cerqueto, presbítero (†1367). Integrante da Ordem dos Eremitas de Santo Agostinho, demonstrou sua heroica virtude pela aceitação serena e resignada das enfermidades.
  6. São Galdino, Bispo (†1176). Criado Cardeal por Alexandre III, trabalhou na restauração da cidade de Milão destruída pela guerra.
  7. II Domingo da Páscoa. Domingo da Misericórdia.
    Beato Jaime Dukett, mártir (†1602). Sofreu o martírio na Inglaterra durante o reinado de Isabel I, por vender livros católicos em sua livraria.
  8. Beata Clara Bosatta, virgem (†1887). Com o auxílio de São Luís Guanella, fundou o Instituto das Filhas de Santa Maria da Providência em Pianello, Itália.
    Santa Inês de Montepulciano.
  9. Santo Anselmo, Bispo e Doutor da Igreja (†1109 Cantuária Reino Unido).
    São Romão Adame, presbítero e mártir (†1927). Exerceu clandestinamente seu ministério sacerdotal até ser descoberto e fuzilado em Nochistlán, México.
  10. Santa Senhorinha, abadessa (†c. 980). Descendente de nobre família de Braga, Portugal, tomou o hábito no Mosteiro beneditino de São João de Vieira do Minho, do qual se tornou abadessa.
  11. Santo Adalberto de Praga, Bispo e mártir (†997 Tenkitten Rússia).
    São Jorge, mártir (†séc. IV Palestina).
    São Gerardo, Bispo (†994). Durante os trinta e um anos em que foi Bispo de Toul, França, dotou a cidade de excelente legislação, criou obras de auxílio aos pobres, dedicou a igreja catedral e ajudou os mosteiros.
Santo Adalberto de Praga Igreja dos Dominicanos, Cracóvia (Polônia)
  1. São Fidélis de Sigmaringa, presbítero e mártir (†1622 Seewis Suíça).
    São Guilherme Firmato, eremita (†1103). Cônego e médico em Tours, França, fez uma peregrinação a Jerusalém e passou na solidão o resto de sua vida.
    Santa Maria Eufrásia Pelletier.
  2. São Marcos, Evangelista.
    Santo Estêvão de Antioquia, Bispo e mártir (†479). Por defender a Fé Católica em Antioquia, na atual Turquia, foi precipitado no Rio Orontes, onde morreu afogado.
    Venerável Anne de Guigné.
  3. III Domingo da Páscoa.
    Nossa Senhora do Bom Conselho.
    Beato Estanislau Kubista,
    presbítero e mártir (†1942). Sacerdote polonês, entregou seu espírito após sofrer atrozes tormentos no campo de concentração de Sachsenhausen, Alemanha.
    Beato Rafael Arnáiz Barón.
  4. São Pedro Armengol, religioso (†1304). Converteu-se da vida péssima que levava e, tornando-se religioso mercedário, dedicou-se a resgatar os escravos cristãos na África.
  5. São Luís Maria Grignion de Montfort, presbítero (†1716 Saint-Laurent-sur-Sèvre França).
    São Pedro Chanel, presbítero e mártir (†1841 Futuna Oceania).
    Beata Maria Luísa de Jesus Trichet, virgem (†1759). Primeira religiosa e superiora da Congregação das Filhas da Sabedoria, fundada por São Luís Maria Grignion de Montfort.
  6. Santa Catarina de Sena, virgem e Doutora da Igreja (†1380 Roma).
    São Tíquico. Discípulo do Apóstolo São Paulo, de quem mereceu ser chamado “irmão amado e ministro fiel” (Ef 6, 21).
  7. São Pio V, Papa (†1572 Roma).
    Beato Pedro Levita, diácono (†605). Designado pelo Papa São Gregório Magno para administrar o patrimônio da Igreja de Roma, soube fazê-lo com prudência e sabedoria.
    São José Benedito Cottolengo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui