Nossa Senhora não poupava ao seu Divino Filho as maiores mostras de carinho e afeto. O Menino, por sua vez, A interrompia, ora osculando sua face, ora fazendo-Lhe uma carícia.

Outras vezes, para alegrar seu Filhinho, Nossa Senhora Se punha a cantar músicas compostas de improviso. O Menino Jesus Se distendia e sorria, comprazido com o carinho d’Aquela que criara para ser a Mãe de todas mães.

O Divino Infante desejava ser pervadido pela doçura de Nossa Senhora a fim de mais tarde, ao pregar, transmitir aos homens essa luminosidade que n’Ela contemplara, como reflexo perfeito da Bondade incriada.

Mons. João Scognamiglio Clá Dias, EP

 

Na foto em destaque: A Virgem e o Menino – Metropolitan Museum of Art, Nova York

 

Artigo anteriorO sono do rei
Artigo Seguinte2 de janeiro de 2022
Mons. João Scognamiglio Clá Dias, EP, é fundador dos Arautos do Evangelho.

1 COMENTÁRIO

  1. Somente uma pessoa com grande amor e devoção a Nossa Senhora seria capaz de narrar esses fatos como se estivesse lá, contemplando a cena… Essa pessoa é sem dúvidas o Monsenhor João Clá Dias. Espero um dia poder abraçá-lo bem forte e dizer a ele o quanto sou grato pelo amor que ele tem a Nossa Senhora. É contagiante!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here