São Pio V conhece místicamente a vitória de Lepanto – Basílica de Maria Auxiliadora, Turim (Itála)

Os Romanos Pontífices nossos predecessores e outros Santos Padres, quando premidos por lutas temporais e espirituais ou perturbados por outras provações, visando mais facilmente evadir-se delas e, alcançada a tranquilidade, ficarem livres para servir devotamente a Deus, habituaram-se a implorar a assistência divina pedindo o sufrágio dos santos através de súplicas e ladainhas, e a levantarem os olhos para os montes como Davi, confiando com firme esperança no socorro divino.

Impelido por esses exemplos e inspirado pelo Espírito Santo, como piamente se pode acreditar, o Bem-aventurado Domingos, fundador da Ordem dos Frades Pregadores, em ocasião similar à do tempo atual levantou os olhos ao Céu e àquele monte que é a gloriosa Virgem Maria, a amável Mãe de Deus, cuja descendência esmagou a cabeça da retorcida serpente. Sozinha Ela destruiu todas as heresias, e pelo bendito fruto de seu ventre salvou o mundo condenado pela queda de nosso primeiro pai.

Ele lançou o olhar sobre aquela forma simples, piedosa e acessível de orar e procurar a Deus, que é chamada de Rosário ou Saltério da Bem-aventurada Virgem Maria, na qual Ela é venerada pela saudação angélica repetida 150 vezes e pela Oração do Senhor em cada dezena. Interpostas com essas orações encontram-se certas meditações que percorrem a inteira vida de Nosso Senhor Jesus Cristo, completando assim o método de oração legado pelos Padres da Santa Igreja Romana.

Este mesmo método propagado por São Domingos foi difundido pelos Frades de sua Ordem e aceito por não pouca gente. Os fiéis de Cristo, inflamados por estas orações, imediatamente começaram a tornar-se homens novos. A treva da heresia começou a ser dissipada, e a luz da Fé Católica a ser revelada.

Seguindo as pegadas de nossos predecessores, vendo a Igreja militante, que Deus nos confiou, de tal forma agitada no nosso tempo por tantas heresias, e atrozmente ofendida por tantas guerras e pelos depravados costumes dos homens, levantamos nossos olhos, em lágrimas, mas cheios de esperança, para o mesmo monte, donde vem todo auxílio, e no Senhor benignamente exortamos e admoestamos cada fiel de Cristo a fazer o mesmo.

 

São Pio V. Consueverunt
Romani Pontifices (excertos)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui