Liturgia Diária – 6 de janeiro

0
159

Tempo de Natal, depois da Epifania

Leituras da Missa

Santos em destaque

Santa Rafaela Maria – Igreja das Escravas do Sagrado Coração, O Porto de Santa Maria (Espanha)

Reis Magos.O Divino Infante, Nosso Senhor Jesus Cristo, em Belém,  foi adorado pelos Reis Magos.

Santa Rafaela Maria do Sagrado Coração, virgem (†1925). Fundou a Congregação das Escravas do Sagrado Coração de Jesus. Vítima de incompreensões, viu-se obrigada a renunciar ao cargo de superiora e passou trinta e dois anos como simples irmã.

São Pedro Tomás, Bispo (†1366). Religioso carmelita francês. Como Legado Pontifício e depois como Patriarca latino de Constantinopla, esforçou-se por promover a união com as Igrejas do Oriente.

Santo André Corsini, Bispo (†1373). Depois de uma juventude desregrada, tornou-se carmelita e foi eleito Bispo de Fiesole (Itália). Governou sua diocese com sabedoria, auxiliando os pobres e reconciliando os inimigos.

São João de Ribera, Bispo (†1611). Foi por mais de quarenta anos Arcebispo de Valência, Espanha, e por dois anos também vice-rei. Devoto da Santíssima Eucaristia e defensor da verdade católica, educou o povo com sólidos ensinamentos.

São Carlos de Sezze, religioso (†1670). Irmão leigo franciscano, destacou-se por sua piedade eucarística.

Santo André Bessette, religioso (†1937). Membro da Congregação da Santa Cruz, exerceu a função de porteiro no Colégio de Nossa Senhora das Neves em Montreal, Canadá, e erigiu junto a ele um eminente santuário dedicado a São José.

Ver todos os Santos deste dia no Martirológio Romano online

 

Leituras da Missa

Primeira leitura: 1 Jo 4,11-18

11Caríssimos, se Deus nos amou assim, nós também devemos amar-nos uns aos outros. 12Ninguém jamais viu a Deus. Se nos amamos uns aos outros, Deus permanece conosco, e seu amor é plenamente realizado entre nós. 13A prova de que permanecemos com ele, e ele conosco, é que ele nos deu o seu Espírito. 14E nós vimos, e damos testemunho, que o Pai enviou o seu Filho como Salvador do mundo. 15Todo aquele que proclama que Jesus é o Filho de Deus, Deus permanece com ele, e ele com Deus. 16E nós conhecemos o amor que Deus tem para conosco e acreditamos nele. Deus é amor: quem permanece no amor permanece com Deus, e Deus permanece com ele. 17Nisto se realiza plenamente o seu amor para conosco: em nós termos plena confiança no dia do julgamento, porque, tal como Jesus, nós somos neste mundo. 18No amor não há temor. Ao contrário, o perfeito amor lança fora o temor, pois o temor implica castigo, e aquele que teme não chegou à perfeição do amor.

Salmo responsorial: Sl 71(72),1-2.10-11.12-13 (R. cf.11)
R. As nações de toda a terra, hão de adorar-vos, ó Senhor!

1Dai ao Rei vossos poderes, Senhor Deus,* vossa justiça ao descendente da realeza! 2Com justiça ele governe o vosso povo,* com eqüidade ele julgue os vossos pobres.R.

10Os reis de Társis e das ilhas hão de vir* e oferecer-lhes seus presentes e seus dons; e também os reis de Seba e de Sabá* hão de trazer-lhe oferendas e tributos. 11Os reis de toda a terra hão de adorá-lo,* e todas as nações hão de servi-lo.R.

12Libertará o indigente que suplica,* e o pobre ao qual ninguém quer ajudar. 13Terá pena do indigente e do infeliz,* e a vida dos humildes salvará.R.

Evangelho: Mc 6,45-52

Depois de saciar os cinco mil homens, 45Jesus obrigou os discípulos a entrarem na barca e irem na frente para Betsaida, na outra margem, enquanto ele despedia a multidão. 46Logo depois de se despedir deles, subiu ao monte para rezar. 47Ao anoitecer, a barca estava no meio do mar e Jesus sozinho em terra. 48Ele viu os discípulos cansados de remar, porque o vento era contrário. Então, pelas três da madrugada, Jesus foi até eles, andando sobre as águas, e queria passar na frente deles. 49Quando os discípulos o viram andando sobre o mar, pensaram que era um fantasma e começaram a gritar. 50Com efeito, todos o tinham visto e ficaram assustados. Mas Jesus logo falou: “Coragem, sou eu! Não tenhais medo!” 51Então subiu com eles na barca. E o vento cessou. Mas os discípulos ficaram ainda mais espantados, 52porque não tinham compreendido nada a respeito dos pães. O coração deles estava endurecido.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui