Liturgia Diária – 5 de maio

0
141

Quarta-feira da Quinta Semana da Páscoa

Leituras da Missa

Santos em destaque

São Máximo – Igreja do Colégio da Graça, Coimbra (Portugal)

São Máximo, Bispo (†c. 350). Após ser torturado e condenado a trabalhos forçados por causa da Fé, foi libertado e tornou-se Bispo de Jerusalém.

São Bretão (†386). Bispo de Tréveris, Alemanha, defendeu sua grei dos erros de Prisciliano, mas, junto com Santo Ambrósio de Milão e São Martinho de Tours, opôs-se à execução deste e dos seus seguidores.

Santo Hilário de Arles, Bispo (†449). Monge do mosteiro de Lérins, eleito Bispo de Arles, França, acolheu os órfãos, socorreu os pobres e pregou aos pecadores a misericórdia de Deus.

São Sacerdote, Bispo e monge (†séc. VIII). Foi eleito Bispo de Limoges, França, mas no fim de sua vida quis voltar à vida monástica.

São Gotardo de Hildesheim, Bispo (†1038). Monge beneditino eleito Bispo de Hildesheim, restabeleceu a disciplina religiosa, abriu escolas, ajudou como pai o povo fiel.

Santo Avertino, Diácono (†1189). Diácono que acompanhou São Tomás Becket no exílio e, após a morte de seu mestre, viveu como eremita em Vençay, França.

Santo Ângelo, mártir (†1225). Sacerdote da Ordem do Carmo. Nasceu em Jerusalém, lutou contra a heresia dos cátaros e foi morto na Sicília enquanto pregava na igreja de São Tiago de Licata.

Beato Gregório Frackowiak, religioso e mártir (†1943). Religioso da Sociedade do Verbo Divino, preso e decapitado em Dresden, Alemanha.

Beata Catarina Cittadini, virgem (†1857). Fundou a Congregação das Irmãs Ursulinas de Somasca, Itália, dedicada à formação das meninas pobres, dando especial acolhida às órfãs.

Ver todos os Santos deste dia no Martirológio Romano online

Leituras da Missa

Primeira leitura: At 15,1-6

Naqueles dias, 1chegaram alguns da Judeia e ensinavam aos irmãos de Antioquia, dizendo: “Vós não podereis salvar-vos se não fordes circuncidados, como ordena a Lei de Moisés”. 2Isso provocou muita confusão, e houve uma grande discussão de Paulo e Barnabé com eles. Finalmente, decidiram que Paulo, Barnabé e alguns outros fossem a Jerusalém para tratar dessa questão com os apóstolos e os anciãos. 3Depois de terem sido acompanhados pela comunidade, Paulo e Barnabé atravessaram a Fenícia e a Samaria. Contaram sobre a conversão dos pagãos, causando grande alegria entre todos os irmãos. 4Chegando a Jerusalém, foram recebidos pelos apóstolos e anciãos, e narraram as maravilhas que Deus tinha realizado por meio deles. 5Alguns dos que tinham pertencido ao partido dos fariseus e que haviam abraçado a fé levantaram-se e disseram que era preciso circuncidar os pagãos e obrigá-los a observar a Lei de Moisés. 6Então, os apóstolos e os anciãos reuniram-se para tratar desse assunto.

Salmo responsorial: Sl 121(122),1-2..3-4a.4b-5 (R. cf. 1)
R. Que alegria, quando me disseram: Vamos à casa Senhor! Ou: Aleluia, Aleluia, Aleluia

1Que alegria, quando ouvi que me disseram:* ‘Vamos à casa do Senhor!’ 2E agora nossos pés já se detêm,* Jerusalém, em tuas portas. R.

3Jerusalém,cidade bem edificada * num conjunto harmonioso; 4apara lá sobem as tribos de Israel,* as tribos do Senhor. R.

4bPara louvar, segundo a lei de Israel,* o nome do Senhor. 5A sede da justiça lá está * e o trono de Davi. R.

Evangelho: Jo 15,1-8

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: 1“Eu sou a videira verdadeira e meu Pai é o agricultor. 2Todo ramo que em mim não dá fruto, ele o corta; e todo ramo que dá fruto, ele o limpa, para que dê mais fruto ainda. 3Vós já estais limpos por causa da palavra que eu vos falei. 4Permanecei em mim e eu permanecerei em vós. Como o ramo não pode dar fruto por si mesmo se não permanecer na videira, assim também vós não podereis dar fruto se não permanecerdes em mim. 5Eu sou a videira e vós os ramos. Aquele que permanece em mim, e eu nele, esse produz muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer. 6Quem não permanecer em mim será lançado fora como um ramo e secará. Tais ramos são recolhidos, lançados no fogo e queimados. 7Se permanecerdes em mim e minhas palavras permanecerem em vós, pedi o que quiserdes e vos será dado. 8Nisto meu Pai é glorificado: que deis muito fruto e vos torneis meus discípulos”.

Artigo anteriorLiturgia Diária – 4 de maio
Próximo artigoLiturgia Diária – 6 de maio
Redação
Artigos não assinados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui