Liturgia Diária – 25 de fevereiro

0
166

Quinta-feira da 1ª Semana da Quaresma

Leituras da Missa

Santos em destaque

Beato Sebastián de Aparício – La Gudinha (Espanha)

Beato Sebastião Aparício, religioso (†1600). Nascido na Espanha, emigrou para o México, onde acumulou uma grande fortuna, fruto de sua grande capacidade empreendedora. Abandonou tudo para ingressar na Ordem dos Frades Menores, na qual morreu quase centenário.

São Nestor de Magido, Bispo e mártir (†c. 250). Por professar sua fé em Cristo crucificado, foi condenado pelo governador da Panfília, na atual Turquia, ao mesmo suplício do Divino Redentor.

São Gerlando, Bispo (†1100). Reorganizou a Igreja na Sicília após ser libertada do poder dos sarracenos.

São Lourenço PeMan, mártir (†1856). Batizado por Santo Augusto Chapdelaine, tornou-se seu auxiliar como missionário na China. Recebeu a pena capital por negar-se a apostatar.

São Cesáreo, médico (†369). Embora filho de fervorosos cristãos e irmão de São Gregório Nazianzeno, permaneceu grande parte de sua vida como pagão. Foi médico de vários imperadores, em Constantinopla. Tendo escapado miraculosamente de um terremoto, pediu o Batismo e fez penitência até o fim de sua vida.

Santa Valburga, abadessa (†779). A pedido de seus irmãos São Vilibaldo e São Vinebaldo, e também de São Bonifácio, deixou a Inglaterra para dirigir o mosteiro de Heidenheim, Alemanha.

Beato Ciríaco Maria Sancha y Hervás, Bispo (†1909). Bispo de Toledo e Valência, Patriarca das Índias e fundador da Congregação das Irmãs da Caridade do Cardeal Sancha, em Toledo, Espanha.

Beato Roberto de Arbriselle (†1116). Sacerdote. Pregador incansável, estabeleceu os seus discípulos na Abadia de Fontevraut, na Aquitânia, França, em dois mosteiros gêmeos, um para homens e outro para mulheres.

Beato Domingos Lentini, presbítero (†1828). Sacerdote de Lauria, Itália, que desenvolveu um múltiplo e fecundo ministério sustentado numa vida de humildade, oração e penitência.

Beata Maria Adeodata Pisani, virgem (†1855). Exerceu com sabedoria o cargo de abadessa do mosteiro beneditino de São Pedro, na Ilha de Malta. Esforçou-se em aperfeiçoar o cumprimento da Regra e ajudar as religiosas a progredir no caminho da perfeição.

Beata Maria Ludovica De Angelis, virgem (†1962). Italiana de nascimento, ingressou na Congregação das Filhas de Nossa Senhora da Misericórdia e dedicou-se ao cuidado e formação de crianças e enfermos num hospital de La Plata, Argentina.

Ver todos os Santos deste dia no Martirológio Romano online

Sepulcro do Beato Sebastião Aparicio – Igreja de São Francisco, Puebla (México)

 

 

Leituras da Missa

Primeira leitura: Est 4,17n.p-r.aa-bb.gg-hh1.3-5.12.14

Naqueles dias, 17na rainha Ester, temendo o perigo de morte que se aproximava, buscou refúgio no Senhor. 17pProstrou-se por terra desde a manhã até o anoitecer, juntamente com suas servas, e disse: 17q “Deus de Abraão, Deus de Isaac e Deus de Jacó, tu és bendito. Vem em meu socorro, pois estou só e não tenho outro defensor fora de ti, Senhor, 17rpois eu mesma me expus ao perigo. 17aaSenhor, eu ouvi, dos livros de meus antepassados, que tu libertas, Senhor, até o fim, todos os que te são caros. 17bbAgora, pois, ajuda-me, a mim que estou sozinha e não tenho mais ninguém senão a ti, Senhor meu Deus. 17ggVem, pois, em auxílio de minha orfandade. Põe em meus lábios um discurso atraente, quando eu estiver diante do leão, e muda o seu coração para que odeie aquele que nos ataca, para que este pereça com todos os seus cúmplices. 17hhE livra-nos da mão de nossos inimigos. Transforma nosso luto em alegria e nossas dores em bem-estar”.

Salmo responsorial: Sl 137(138),1-2a.2bc-3.7c-8 (R.3a)

R. Naquele dia em que gritei, vós me escutastes, ó Senhor!.

1Ó Senhor, de coração eu vos dou graças,* porque ouvistes as palavras dos meus lábios! Perante os vossos anjos vou cantar-vos* 2ae ante o vosso templo vou prostrar-me. R.

2bEu agradeço vosso amor, vossa verdade,* 2cporque fizestes muito mais que prometestes; 3naquele dia em que gritei, vós me escutastes* e aumentastes o vigor da minha alma. R.

7cestendereis o vosso braço em meu auxílio* e havereis de me salvar com vossa destra. 8Completai em mim a obra começada;* ó Senhor, vossa bondade é para sempre! Eu vos peço: não deixeis inacabada* esta obra que fizeram vossas mãos! R.

Evangelho: Mt 7,7-12

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 7“Pedi e vos será dado! Procurai e achareis! Batei e a porta vos será aberta! 8Pois todo aquele que pede, recebe; quem procura, encontra; e a quem bate, a porta será aberta. 9Quem de vós dá ao filho uma pedra quando ele pede um pão? 10Ou lhe dá uma cobra quando ele pede um peixe? 11Ora, se vós, que sois maus, sabeis dar coisas boas a vossos filhos, quanto mais vosso Pai que está nos céus dará coisas boas aos que lhe pedirem! 12Tudo quanto quereis que os outros vos façam, fazei também a eles. Nisto consiste a Lei e os Profetas”.

Artigo anteriorLiturgia Diária – 24 de fevereiro
Próximo artigoLiturgia Diária – 26 de fevereiro
Redação
Artigos não assinados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui