Santos em destaque

São Galdino, Bispo (†1176). Criado Cardeal por Alexandre III, trabalhou na restauração da cidade de Milão destruída
pela guerra.

São Perfeito, presbítero e mártir em Córdoba, Espanha (†850).

São João Isauro, monge (†d. 842). Monge da Ilha de Egina, Grécia, defendeu firmemente o culto das imagens santas.

Santa Antusa, virgem (†séc. VIII). Sendo filha do imperador Constantino Coprônimo, soube empregar todos os seus bens para ajudar os pobres, redimir os escravos, restaurar as igrejas e construir mosteiros, recebendo do Bispo São Tarásio o hábito religioso.

Santa Atanásia, viúva (†séc. IX). Tendo falecido seu esposo, tornou-se eremita em Egina, Grécia.

Beato José Moreau, presbítero e mártir (†1794). Sacerdote guilhotinado pela Revolução Francesa na Sexta-Feira Santa.

Beato Romano Archutowski, presbítero e mártir (†1943). Preso em Majdanek, Polônia, por causa de sua Fé, morreu exausto no cárcere pela fome e pela doença.

Beata Sabina Petrilli, virgem (†1923). Fundou em Siena, Itália,a Congregação das Irmãs de Santa Catarina de Sena.

Beata Maria da Encarnação Avrillot, religiosa (†1618). Mãe de família exemplar, introduziu na França a Reforma Carmelitana, fundando cinco mosteiros. Após a morte de seu marido, abraçou a vida religiosa.

Ver todos os Santos deste dia no Martirológio Romano online

Leituras da Missa

Primeira leitura: At 3,13-15.17-19

Naqueles dias, Pedro se dirigiu ao povo, dizendo: 13“O Deus de Abraão, de Isaac, de Jacó, o Deus de nossos antepassados glorificou o seu servo Jesus. Vós o entregastes e o rejeitastes diante de Pilatos, que estava decidido a soltá-lo. 14Vós rejeitastes o Santo e o Justo e pedistes a libertação para um assassino. 15Vós matastes o autor da vida, mas Deus o ressuscitou dos mortos, e disso nós somos testemunhas. 17E agora, meus irmãos, eu sei que vós agistes por ignorância, assim como vossos chefes. 18Deus, porém, cumpriu desse modo o que havia anunciado pela boca de todos os profetas: que o seu Cristo haveria de sofrer. 19Arrependei-vos, portanto, e convertei-vos, para que vossos pecados sejam perdoados”.

Salmo responsorial: Sl 4(5),2.4.7.9 (R.7a)
R. Sobre nós fazei brilhar o esplendor de vossa face! Ou: R. Aleluia, Aleluia, Aleluia.

2Quando eu chamo, respondei-me* ó meu Deus, minha justiça! Vós que soubestes aliviar-me nos momentos de aflição, atendei-me por piedade e escutai minha oração! R.

4Compreendei que nosso Deus* faz maravilhas por seu servo, e que o Senhor me ouvirá* quando lhe faço a minha prece! R.

7Muitos há que se perguntam:* ‘Quem nos dá felicidade?’ Sobre nós fazei brilhar* o esplendor de vossa face! R.

9Eu tranqüilo vou deitar-me* e na paz logo adormeço, pois só vós, ó Senhor Deus,* dais segurança à minha vida! R.

Segunda leitura: 1Jo 2,1-5a 

1Meus filhinhos, escrevo isto para que não pequeis. No entanto, se alguém pecar, temos junto do Pai um defensor: Jesus Cristo, o Justo. 2Ele é a vítima de expiação pelos nossos pecados, e não só pelos nossos, mas também pelos pecados do mundo inteiro. 3Para saber que o conhecemos, vejamos se guardamos os seus mandamentos. 4Quem diz: “Eu conheço a Deus”, mas não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e a verdade não está nele. 5Naquele, porém, que guarda a sua palavra, o amor de Deus é plenamente realizado.

Evangelho: Lc 24,35-48

Naquele tempo, 35os dois discípulos contaram o que tinha acontecido no caminho e como tinham reconhecido Jesus ao partir o pão. 36Ainda estavam falando quando o próprio Jesus apareceu no meio deles e lhes disse: “A paz esteja convosco!” 37Eles ficaram assustados e cheios de medo, pensando que estavam vendo um fantasma. 38Mas Jesus disse: “Por que estais preocupados e por que tendes dúvidas no coração? 39Vede minhas mãos e meus pés: sou eu mesmo! Tocai em mim e vede! Um fantasma não tem carne nem ossos, como estais vendo que eu tenho”. 40E dizendo isso, Jesus mostrou-lhes as mãos e os pés. 41Mas eles ainda não podiam acreditar, porque estavam muito alegres e surpresos. Então Jesus disse: “Tendes aqui alguma coisa para comer?” 42Deram-lhe um pedaço de peixe assado. 43Ele o tomou e comeu diante deles. 44Depois, disse-lhes: “São estas as coisas que vos falei quando ainda estava convosco: era preciso que se cumprisse tudo o que está escrito sobre mim na Lei de Moisés, nos Profetas e nos Salmos”. 45Então Jesus abriu a inteligência dos discípulos para entenderem as Escrituras 46e lhes disse: “Assim está escrito: ‘O Cristo sofrerá e ressuscitará dos mortos ao terceiro dia, 47e no seu nome serão anunciados a conversão e o perdão dos pecados a todas as nações, começando por Jerusalém’. 48Vós sereis testemunhas de tudo isso”.

Artigo anteriorLiturgia Diária – 17 de abril
Próximo artigoLiturgia Diária – 19 de abril
Redação
Artigos não assinados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui