Liturgia Diária – 13 de janeiro

0
98

Quarta-feira da 1ª semana do Tempo Comum

Leituras da Missa

Santos em destaque

Santo Hilário rezando a Nossa Senhora a grande – Igreja de Nossa Senhora a Grande, Poitiers (França)

Santo Hilário de Poitiers, (†367). Bispo e doutor da Igreja, defendeu a doutrina definida no Concílio de Nicéia, a divindade do Filho consubstancial com o Pai.

São Remígio, Bispo (†c. 533). Regeu durante mais de sessenta anos a Diocese de Reims, França. Batizou o Rei Clóvis e converteu o povo franco a Cristo.

São Pedro de Capitolias, presbítero e mártir (†713). Por ter pregado a Fé cristã na região de Capitolias, Síria, o governador sarraceno mandou cortar-lhe a língua, as mãos e os pés. Por último, foi crucificado.

São Gumesindo, presbítero, e São Servídeu, monge (†853). Ao confessarem a fé católica diante de um juiz muçulmano, foram condenados e degolados.

São Godofredo, religioso (†1127). Conde de Kappenberg, Alemanha, decidiu tomar o hábito premonstratense, por influência de São Norberto.

Santo Hermílio e São Estratônico, mártires (†310). Após sofrer muitos tormentos, foram afogados no Danúbio, perto de Belgrado.

Beata Verônica Negroni de Binasco, virgem (†1497). Religiosa do Convento agostiniano de Santa Marta, em Milão, Itália.

Ver todos os Santos deste dia no Martirológio Romano online

Leituras da Missa

Primeira leitura: Hb 2,14-18

14Visto que os filhos têm em comum a carne e o sangue, também Jesus participou da mesma condição, para assim destruir, com a sua morte, aquele que tinha o poder da morte, isto é, o diabo, 15e libertar os que, por medo da morte, estavam a vida toda sujeitos à escravidão. 16Pois, afinal, não veio ocupar-se com os anjos, mas com a descendência de Abraão. 17Por isso devia fazer-se em tudo semelhante aos irmãos, para se tornar um sumo sacerdote misericordioso e digno de confiança nas coisas referentes a Deus, a fim de expiar os pecados do povo. 18Pois, tendo ele próprio sofrido ao ser tentado, é capaz de socorrer os que agora sofrem a tentação.

Salmo responsorial:  Sl 104(105),1-2.3-4.6-7.8-9 (R. 8a)

R. O Senhor se lembra sempre da Aliança.
Ou: Aleluia, Aleluia, Aleluia.

1Dai graças ao Senhor, gritai seu nome, * anunciai entre as nações seus grandes feitos! 2Cantai, entoai salmos para ele, * publicai todas as suas maravilhas!R.

3Gloriai-vos em seu nome que é santo, * exulte o coração que busca a Deus! 4Procurai o Senhor Deus e seu poder, * buscai constantemente a sua face!R.

6Descendentes de Abraão, seu servidor, * e filhos de Jacó, seu escolhido, 7ele mesmo, o Senhor, é nosso Deus, * vigoram suas leis em toda a terra.R.

8Ele sempre se recorda da Aliança, * promulgada a incontáveis gerações; 9da Aliança que ele fez com Abraão, * e do seu santo juramento a Isaac.R.

Evangelho: Mc 1,29-39

Naquele tempo, 29Jesus saiu da sinagoga e foi, com Tiago e João, para a casa de Simão e André. 30A sogra de Simão estava de cama, com febre, e eles logo contaram a Jesus. 31E ele se aproximou, segurou sua mão e ajudou-a a levantar-se. Então a febre desapareceu, e ela começou a servi-los. 32À tarde, depois do pôr do sol, levaram a Jesus todos os doentes e os possuídos pelo demônio. 33A cidade inteira se reuniu em frente da casa. 34Jesus curou muitas pessoas de diversas doenças e expulsou muitos demônios. E não deixava que os demônios falassem, pois sabiam quem ele era. 35De madrugada, quando ainda estava escuro, Jesus se levantou e foi rezar num lugar deserto. 36Simão e seus companheiros foram à procura de Jesus. 37Quando o encontraram, disseram: “Todos estão te procurando”. 38Jesus respondeu: “Vamos a outros lugares, às aldeias da redondeza! Devo pregar também ali, pois foi para isso que eu vim”. 39E andava por toda a Galileia, pregando em suas sinagogas e expulsando os demônios.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui