Liturgia Diária – 8 de setembro

0
551

Festa da Natividade de Nossa Senhora

Natividade de Nossa Senhora. Festa do nascimento d’Aquela que foi concebida sem pecado e nasceu da estirpe de David. Não há glória mais excelsa que a sua, a de ser Mãe de Deus. Ver também: O início da vitória!

Leituras da Missa

Santos em destaque

São Sérgio I, Papa (†701). De origem síria, dedicou-se intensamente à evangelização dos saxões e frísios. Resolveu sabiamente muitas controvérsias e conflitos, preferindo morrer a
consentir nos erros.

Santo Isaac, Bispo (†438). Traduziu para o armênio os livros litúrgicos, boa parte da Bíblia e muitos outros escritos católicos. Colaborou o quanto pôde para a cultura, espiritualidade e ortodoxia de seu povo.

São Tomás de Villanueva, Bispo (†1555). Sacerdote da Ordem Agostiniana, foi nomeado contra sua vontade Arcebispo de Valência (Espanha). Grande teólogo e devoto da Virgem Maria, considerado um dos maiores pregadores de seu tempo.

São Pedro de Chavanon, presbítero (†c.1080). Fundou em Pébrac (França) um mosteiro de cônegos regulares.

Beato Ladislau Bladzinski, presbítero e mártir (†1944). Sacerdote polonês da Congregação de São Miguel Arcanjo, morto no campo de concentração de Gross-Rosen.

Beato Frederico Ozanam, leigo (†1853). Italiano de nascimento, fundou com mais seis companheiros a Sociedade de São Vicente de Paulo. Faleceu em Marselha, França, no caminho de regresso à Itália.

Beata Serafina Sforza, religiosa (†1478). Esposa do senhor de Pésaro, Itália, suportou muitas adversidades na vida conjugal e, após ficar viúva, passou o resto dos seus anos sob a regra de Santa Clara.

Ver todos os Santos deste dia no Martirológio Romano online

Leituras da Missa

Primeira leitura: Mq 5, 1-4

Assim diz o Senhor: 1“Tu, Belém de Éfrata, pequenina entre os mil povoados de Judá, de ti há de sair aquele que dominará em Israel; sua origem vem de tempos remotos, desde os dias da eternidade. 2Deus deixará seu povo ao abandono, até o tempo em que uma mãe der à luz; e o resto de seus irmãos se voltará para os filhos de Israel. 3Ele não recuará, apascentará com a força do Senhor e com a majestade do nome do Senhor seu Deus; os homens viverão em paz, pois ele agora estenderá o poder até os confins da terra, 4e ele mesmo será a paz”.

Salmo responsorial: Sl 70(71),6; Sl 12(13),6 (R. Is 61,10)

R. Exulto de alegria no Senhor.

70,6Sois meu apoio desde antes que eu nascesse, + desde o seio maternal, o meu amparo: * para vós o meu louvor eternamente! R.

12,6uma vez que confiei no vosso amor, + meu coração, por vosso auxílio, rejubile, * e que eu vos cante pelo bem que me fizestes! R.

Evangelho: Mt 1,1-16.18-23 ou 1,18-23

1Livro da origem de Jesus Cristo, filho de Davi, filho de Abraão. 2Abraão gerou Isaac; Isaac gerou Jacó; Jacó gerou Judá e seus irmãos. 3Judá gerou Farés e Zara, cuja mãe era Tamar. Farés gerou Esrom; Esrom gerou Aram; 4Aram gerou Aminadab; Aminadab gerou Naasson; Naasson gerou Salmon; 5Salmon gerou Booz, cuja mãe era Raab. Booz gerou Obed, cuja mãe era Rute. Obed gerou Jessé. 6Jessé gerou o rei Davi. Davi gerou Salomão, daquela que tinha sido a mulher de Urias. 7Salomão gerou Roboão; Roboão gerou Abias; Abias gerou Asa; 8Asa gerou Josafá; Josafá gerou Jorão; Jorão gerou Ozias; 9Ozias gerou Jotão; Jotão gerou Acaz; Acaz gerou Ezequias; 10Ezequias gerou Manassés; Manassés gerou Amon; Amon gerou Josias. 11Josias gerou Jeconias e seus irmãos, no tempo do exílio na Babilônia. 12Depois do exílio na Babilônia, Jeconias gerou Salatiel; Salatiel gerou Zorobabel; 13Zorobabel gerou Abiud; Abiud gerou Eliaquim; Eliaquim gerou Azor; 14Azor gerou Sadoc; Sadoc gerou Aquim; Aquim gerou Eliud; 15Eliud gerou Eleazar; Eleazar gerou Matã; Matã gerou Jacó. 16Jacó gerou José, o esposo de Maria, da qual nasceu Jesus, que é chamado o Cristo.[18A origem de Jesus Cristo foi assim: Maria, sua mãe, estava prometida em casamento a José e, antes de viverem juntos, ela ficou grávida pela ação do Espírito Santo. 19José, seu marido, era justo e, não querendo denunciá-la, resolveu abandonar Maria em segredo. 20Enquanto José pensava nisso, eis que o anjo do Senhor apareceu-lhe em sonho e lhe disse: “José, filho de Davi, não tenhas medo de receber Maria como tua esposa, porque ela concebeu pela ação do Espírito Santo. 21Ela dará à luz um filho, e tu lhe darás o nome de Jesus, pois ele vai salvar o seu povo dos seus pecados”. 22Tudo isso aconteceu para se cumprir o que o Senhor havia dito pelo profeta: 23“Eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho. Ele será chamado pelo nome de Emanuel, que significa: Deus está conosco”.]

Artigo anteriorLiturgia Diária – 7 de setembro
Próximo artigoLiturgia Diária – 9 de setembro
Artigos não assinados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui