Liturgia Diária – 7 de junho

0
699

Segunda-feira da 10ª semana do Tempo Comum

Leituras da Missa

Santos em destaque

Beata Ana de São Bartolomeu, Retrato da Beata pintado em Antuérpia por Otto Venius em 1620

Beata Ana de São Bartolomeu (†1626). Carmelita descalça, discípula e confidente de Santa Teresa de Ávila, e dotada de dons místicos.

Santo Antônio Maria Gianelli (†1846). Bispo de Bobbio, fundou a Congregação das Filhas de Maria Santíssima do Horto e deu exemplo de dedicação às necessidades dos pobres, à salvação das almas e à promoção da santidade do clero.

São Colmano, Bispo e abade (†séc. VI). Fundador do mosteiro de Dromore, na Irlanda, que mais tarde se tornou sede episcopal.

São Roberto, abade (†1159). Fundou junto com doze monges o mosteiro cisterciense de Newminster, Inglaterra.

Beata Maria Teresa de Soubiran La Louvière, virgem (†1889). Fundou as Irmãs de Maria Auxiliadora, em Toulouse,  França. Foi injustamente expulsa de sua obra e passou o resto de sua vida em profunda humildade.

Ver todos os Santos deste dia no Martirológio Romano online

Leituras da Missa

Primeira leitura: 2 Cor 1,1-7

1Paulo, apóstolo de Jesus Cristo por vontade de Deus e o irmão Timóteo, à Igreja de Deus que está em Corinto e a todos os santos que se encontram em toda a Acaia: 2para vós, graça e paz da parte de Deus, nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo. 3Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai das misericórdias e Deus de toda consolação. 4Ele nos consola em todas as nossas aflições, para que, com a consolação que nós mesmos recebemos de Deus, possamos consolar os que se acham em toda e qualquer aflição. 5Pois, à medida que os sofrimentos de Cristo crescem para nós, cresce também a nossa consolação por Cristo. 6Se estamos em aflições, é para a vossa consolação e salvação; se somos consolados, é para a vossa consolação.
E essa consolação sustenta a vossa paciência em meio aos mesmos sofrimentos que nós também padecemos. 7E a nossa esperança a vosso respeito é firme, pois sabemos que, assim como participais dos nossos sofrimentos, participais também da nossa consolação.

Salmo responsorial:  Sl 33(34), 2-3.4-5.6-7.8-9 (R.9a)

R. Provai e vede quão suave é o Senhor!

2Bendirei o Senhor Deus em todo o tempo,* seu louvor estará sempre em minha boca. 3Minha alma se gloria no Senhor;* que ouçam os humildes e se alegrem! R.

4Comigo engrandecei ao Senhor Deus,* exaltemos todos juntos o seu nome! 5Todas as vezes que o busquei, ele me ouviu,* e de todos os temores me livrou. R.

6Contemplai a sua face e alegrai-vos,* e vosso rosto não se cubra de vergonha! 7Este infeliz gritou a Deus, e foi ouvido,* e o Senhor o libertou de toda angústia. R.

8O anjo do Senhor vem acampar* ao redor dos que o temem, e os salva. 9Provai e vede quão suave é o Senhor!* Feliz o homem que tem nele o seu refúgio! R.

Evangelho: Mt 5,1-12

Naquele tempo: 1Vendo Jesus as multidões, subiu ao monte e sentou-se. Os discípulos aproximaram-se, 2e Jesus começou a ensiná-los: 3‘Bem-aventurados os pobres em espírito, porque deles é o Reino dos Céus. 4Bem-aventurados os aflitos, porque serão consolados. 5Bem- aventurados os mansos, porque possuirão a terra. 6Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados. 7Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia. 8Bem-aventurados os puros de coração, porque verão a Deus. 9Bem-aventurados os que promovem a paz, porque serão chamados filhos de Deus. 10Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça,
porque deles é o Reino dos Céus. 11Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem, e mentindo, disserem todo tipo de mal contra vós, por causa de mim. 12aAlegrai-vos e exultai, porque será grande a vossa recompensa nos céus.

Artigo anteriorLiturgia Dária – 6 de junho
Próximo artigoLiturgia Diária – 8 de junho
Artigos não assinados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui