Dia 5 de agosto

0
102

Quarta-feira da 18ª semana do Tempo Comum

Leituras da Missa

Memória facultativa da dedicação da Basílica de Santa Maria Maior. (Paramentos brancos) Narra a tradição que Nossa Senhora apareceu em sonhos, na noite do 5 de agosto, ao Papa Libério e a um patrício romano, pedindo a ambos que construíssem uma igreja em honra a Ela. Na manhã do dia seguinte, apesar de ser pleno verão romano, o monte Esquilino estava milagrosamente coberto de neve, indicando o local onde deveria ser edificada a Basílica.

Santos em destaque

Santa Margarida, viúva (†c. 1395). Filha de camponeses de Cesolo, Itália. Após a morte do marido, dedicou-se à oração, à penitência e às obras de caridade em Cesolo, Itália.

Santo Emídio, bispo e mártir (†séc. IV). Nomeado Bispo de Ascoli, converteu inúmeros pagãos.

Santa Nona, leiga (†374). Mãe exemplarmente cristã, obteve a conversão de seu esposo, São Gregório o Velho, e foi mãe de três santos: São Gregório Nazianzeno, Santa Gorgonia e São Cesário.

Santo Osvaldo, mártir (†642). Rei da Nortúmbria, morto por ódio a Cristo em Maserfield, Inglaterra, enquanto combatia contra os pagãos.

Beato Francisco Zanfredini, eremita (†c. 1350). Terciário franciscano que, após doar seus bens aos pobres, viveu quase 50 anos numa ermida em Montegranaro, Itália.

Beato Pedro Miguel Noël, presbítero e mártir (†1794). Por ser sacerdote, foi encarcerado numa galera durante a Revolução Francesa e morreu em decorrência das enfermidades aí contraídas.

Ver todos os Santos deste dia no Martirológio Romano online

Leituras da Missa

Primeira leitura: Jr 31,1-7

1“Naquele tempo, diz o Senhor, serei Deus para todas as tribos de Israel, e elas serão meu povo”. 2Isto diz o Senhor: “Encontrou perdão no deserto o povo que escapara à espada; Israel encaminha-se para o seu descanso”. 3O Senhor apareceu-me de longe: “Amei-te com amor eterno e te atraí com a misericórdia. 4De novo te edificarei, serás reedificada, ó jovem nação de Israel; de novo teus tambores ornarão as praças e sairás entre grupos de dançantes. 5Hás de plantar vinhas nos montes de Samaria; os cultivadores hão de plantar e também colher. 6Virá o dia em que gritarão os guardas no monte Efraim: ‘Levantai-vos, vamos a Sião, vamos ao Senhor, nosso Deus’. 7Isto diz o Senhor: Exultai de alegria por Jacó, aclamai a primeira das nações; tocai, cantai e dizei: ‘Salva, Senhor, teu povo, o resto de Israel’”.

Salmo responsorial: Jr 31

Lembrai-vos de nós, ó Senhor, segundo o amor para com vosso povo! ou Aleluia, aleluia, aleluia.

10Ouvi, nações, a palavra do Senhor*
e anunciai-a nas ilhas mais distantes:

“Quem dispersou Israel, vai congregá-lo,*
e o guardará qual pastor a seu rebanho!” R.

11Pois, na verdade, o Senhor remiu Jacó*
e o libertou do poder do prepotente.

12aVoltarão para o monte de Sião, †
entre brados e cantos de alegria*
bafluirão para as bênçãos do Senhor: R.

13Então a virgem dançará alegremente,*
também o jovem e o velho exultarão;

mudarei em alegria o seu luto,*
serei consolo e conforto após a guerra. R.

Evangelho:  Mt 15, 21-28

Naquele tempo, 21Jesus retirou-se para a região de Tiro e Sidônia. 22Eis que uma mulher cananeia, vindo daquela região, pôs-se a gritar: “Senhor, filho de Davi, tem piedade de mim: minha filha está cruelmente atormentada por um demônio!” 23Mas Jesus não lhe respondeu palavra alguma. Então, seus discípulos aproximaram-se e lhe pediram: “Manda embora essa mulher, pois ela vem gritando atrás de nós”. 24Jesus respondeu: “Eu fui enviado somente às ovelhas perdidas da casa de Israel”. 25Mas a mulher, aproximando-se, prostrou-se diante de Jesus e começou a implorar: “Senhor, socorre-me!” 26Jesus lhe disse: “Não fica bem tirar o pão dos filhos para jogá-lo aos cachorrinhos”. 27A mulher insistiu: “É verdade, Senhor; mas os cachorrinhos também comem as migalhas que caem da mesa de seus donos!” 28Diante disso, Jesus lhe disse: “Mulher, grande é a tua fé! Seja feito como tu queres!” E desde aquele momento sua filha ficou curada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui