Liturgia Diária – 4 de dezembro

0
327

Sábado da 1ª semana do Advento 

Leituras da Missa

Memória facultativa de São João Damasceno, sacerdote e doutor da Igreja. De família árabe cristã, nasceu em Damasco na metade do século VII. Amigo próximo do califa, deixou a corte e retirou-se para o mosteiro de São Sabas, perto de Jerusalém. Combateu a heresia iconoclasta iniciada por Leão III, imperador de Bizâncio. Ver também: Herói na luta contra os inimigos da Igreja.

Santos em destaque

Santa Bárbara, virgem e mártir (†séc. III). Oriunda da Nicomédia, atual Izmit (Turquia), seu pai enfureceu-se quando ela se tornou cristã e entregou-a aos juízes.

São João, o Taumaturgo, Bispo (†séc. IX). Defendeu empenhadamente o culto às sagradas imagens, enfrentando o imperador iconoclasta Leão, o Armênio.

Santo Anónio, Bispo (†1075). Fundou muitas igrejas e mosteiros na Diocese de Colônia, Alemanha. Homem de valor e talento, gozou de grande prestígio nos meios eclesiásticos e civis, no tempo do Imperador Henrique IV.

Santo Osmundo, Bispo (†1099). Bispo de Salisbury, Inglaterra, celebrou a dedicação da catedral e uniformizou os costumes de sua diocese.

São Bernardo, Bispo (†1133). Nomeado cardeal por Urbano II, exerceu importantes missões para a Santa Sé. Sagrado bispo de Parma, Itália, governou com discernimento sua diocese.

São João Calábria, sacerdote (†1954). Fundou em Verona, Itália, a Congregação dos Pobres Servos e Servas da Divina Providência.

Beato Simão Yempo, mártir (†1623). Na juventude ingressou num mosteiro budista, mas depois abraçou a Fé Católica. Durante as perseguições no Japão, foi preso e condenado à fogueira.

Ver todos os Santos deste dia no Martirológio Romano online

Leituras da Missa

Primeira leitura: Is 30, 19-21.23-26

Assim fala o Senhor, o Santo de Israel: 19Povo de Sião, que habitas em Jerusalém, não terás motivo algum para chorar: ele se comoverá à voz do teu clamor; logo que te ouvir, ele atenderá. 20O Senhor de certo dará a todos o pão da angústia e a água da aflição, não se apartará mais de ti o teu mestre; teus olhos poderão vê-lo 21e teus ouvidos poderão ouvir a palavra de aviso atrás de ti: ‘O caminho é este para todos, segui por ele’, sem desviar-vos à direita ou à esquerda. 23Ele te dará chuva para a semente que tiveres semeado na terra, e o fruto da terra será abundante e rico; nesse dia, o teu rebanho pastará em vastas pastagens, 24teus bois e os animais que lavram a terra comerão forragem salgada, limpa com pá e peneira. 25Haverá em toda montanha alta e em toda colina elevada arroios de água corrente, num dia em que muitos serão mortos com o desabamento de seus torreões. 26A lua brilhará como a luz do sol e o sol brilhará sete vezes mais, como a luz de sete dias, no dia em que o Senhor curar a ferida de seu povo e fizer sarar a lesão de sua chaga.

Salmo responsorial: Sl 146(147A), 1-2.3-4.5-6 (R. Is 30, 18)

R. Felizes são aqueles, que esperam no Senhor!

1Louvai o Senhor Deus, porque ele é bom, +cantai ao nosso Deus, porque é suave: *ele é digno de louvor, ele o merece! 2O Senhor reconstruiu Jerusalém, *e os dispersos de Israel juntou de novo. R.

3ele conforta os corações despedaçados, *ele enfaixa suas feridas e as cura; 4fixa o número de todas as estrelas *e chama a cada uma por seu nome. R.

5É grande e onipotente o nosso Deus, *seu saber não tem medida nem limites. 6O Senhor Deus é o amparo dos humildes, *mas dobra até o chão os que são ímpios. R.

Evangelho: Mt 9, 35-10, 1.6-8

Naquele tempo: 35Jesus percorria todas as cidades e povoados, ensinando em suas sinagogas, pregando o Evangelho do Reino, e curando todo tipo de doença e enfermidade. 36Vendo Jesus as multidões, compadeceu-se delas, porque estavam cansadas e abatidas, como ovelhas que não têm pastor. Então disse a seus discípulos: 37′A Messe é grande, mas os trabalhadores são poucos. 38Pedi pois ao dono da messe que envie trabalhadores para a sua colheita!’ 10,1E, chamando os seus doze discípulos deu-lhes poder para expulsarem os espíritos maus e para curarem todo tipo de doença e enfermidade. Enviou-os com as seguintes recomendações: 6Ide, antes, às ovelhas perdidas da casa de Israel! 7Em vosso caminho, anunciai: ‘O Reino dos Céus está próximo’. 8Curai os doentes, ressuscitai os mortos, purificai os leprosos, expulsai os demônios. De graça recebestes, de graça deveis dar!

Artigo anteriorLiturgia Diária – 3 de dezembro
Artigo SeguinteLiturgia Diária – 5 de dezembro
Artigos não assinados

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here