Dia 30 de julho

0
49

Quinta-feira da 17ª semana do Tempo Comum

Leituras da Missa

Santos em destaque

São Pedro Crisólogo, Bispo e Doutor da Igreja (†c. 450). Nascido em Ímola, Itália, foi Bispo de Ravena, sendo chamado Crisólogo, “Boca de Ouro”, por sua grande eloquência. Ver também: Palavra de ouro, por Plinio Corrêa de Oliveira.

São Leopoldo Mandic, presbítero (†1942). Religioso capuchinho que dedicou a maior parte da sua vida a administrar o Sacramento da Confissão, em Pádua, Itália. Ver também: Apóstolo do confessionário.

Beato Manés de Guzmán – Igreja de São Domingos, Granada (Espanha)

Beato Manes de Gusmão, presbítero (†c. 1235). Irmão de São Domingos e seu colaborador na expansão da Ordem dos Pregadores. Morreu em Caleruega, Espanha.

Santa Maria de Jesus Sacramentado Venegas da Torre, virgem (†1959). Freira mexicana, fundadora da Congregação das Filhas do Sagrado Coração de Jesus. Passou cinquenta e quatro anos cuidando de doentes pobres numa pequena enfermaria.

Santas Máxima, Donatila e Secunda, virgens e mártires (†304). Mortas na atual Tunísia durante as perseguições de Valério e Galiano, por se recusarem a queimar incenso aos ídolos.

Beato Zózimo Izquierdo Gil, presbítero e mártir (†1936). Sacerdote detido durante a Guerra Civil Espanhola. No cárcere, ouvia em confissão aos presos e rezava com eles o rosário.

Beata Maria Vicenta de Santa Doroteia Chávez Orozco, virgem (†1949). Fundou em Guadalajara, México, o Instituto das Servas dos Pobres.

Ver todos os Santos deste dia no Martirológio Romano online

Leituras da Missa

Primeira leitura: Jr 18,1-6

1Palavra dirigida a Jeremias, da parte do Senhor: 2“Levanta-te e vai à casa do oleiro, e ali te farei ouvir minhas palavras”. 3Fui à casa do oleiro, e eis que ele estava trabalhando ao torno; 4quando o vaso que moldava com barro se avariava em suas mãos, ei-lo de novo a fazer com esse material um outro vaso, conforme melhor lhe parecesse aos olhos. 5Fez-se em mim a palavra do Senhor: 6“Acaso não posso fazer convosco como este oleiro, casa de Israel? – diz o Senhor. Como é o barro na mão do oleiro, assim sois vós em minha mão, casa de Israel”.

Salmo responsorial: Sl 145(146)

Feliz quem se apoia no Deus de Jacó! ou Aleluia, aleluia, aleluia.

1Bendize, minh’alma, ao Senhor! †
2Bendirei ao Senhor toda a vida, *
cantarei ao meu Deus sem cessar! R.

3Não ponhais vossa fé nos que mandam,*
não há homem que possa salvar.

4Ao faltar-lhe o respiro ele volta †
para a terra de onde saiu;*
nesse dia seus planos perecem. R.

5É feliz todo homem que busca †
seu auxílio no Deus de Jacó,*
e que põe no Senhor a esperança.

6O Senhor fez o céu e a terra, *
fez o mar e o que neles existe. R.

Aclamação ao Evangelho: At 16,14b

Abre-nos, ó Senhor, o coração, para ouvirmos a palavra de Jesus!

Evangelho: Mt 13, 47-53

Naquele tempo, disse Jesus à multidão: 47“O Reino dos céus é ainda como uma rede lançada ao mar e que apanha peixes de todo tipo. 48Quando está cheia, os pescadores puxam a rede para a praia, sentam-se e recolhem os peixes bons em cestos e jogam fora os que não prestam. 49Assim acontecerá no fim dos tempos: os anjos virão para separar os homens maus dos que são justos 50e lançarão os maus na fornalha de fogo. E aí haverá choro e ranger de dentes. 51Compreendestes tudo isso?” Eles responderam: “Sim”. 52Então Jesus acrescentou: “Assim, pois, todo mestre da Lei que se torna discípulo do Reino dos céus é como um pai de família que tira do seu tesouro coisas novas e velhas”. 53Quando Jesus terminou de contar essas parábolas, partiu dali.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui