Dia 25 de julho

0
50

Festa de São Tiago Maior,  Apóstolo

Leituras da Missa

 

São Tiago Apóstolo – Paroquia Senhor das Misericórdias, (Guatemala)

São Tiago Maior, Apóstolo e mártir. Irmão de São João Evangelista, foi um dos primeiros a atender ao chamado de Nosso Senhor: “Passando adiante, viu outros dois irmãos: Tiago, filho de Zebedeu, e seu irmão João […]. Chamou-os, e eles abandonaram a barca e seu pai e o seguiram” (Mt 4, 21-22). Estava presente na Transfiguração e na Agonia de Jesus. Decapitado em Jerusalém por ordem de Herodes Agripa, trata-se do primeiro dos Apóstolos a receber a coroa do martírio. Anunciou o Salvador na Espanha e seus restos mortais repousam em Compostela, na Galiza.

Outros Santos em destaque

Santa Glodesinda, abadessa (†séc. VI). Fundou o Mosteiro São Pedro de Metz, França, do qual foi abadessa.

São Cucufate, mártir (†séc. IV). Nascido na África, partiu para a Espanha desejoso de alcançar o martírio. Morreu transpassado pela espada em Barcelona, durante a perseguição de Diocleciano.

Santa Olímpia, viúva (†408). Tendo enviuvado ainda muito jovem, dedicou-se ao serviço de Deus em Constantinopla e foi fiel discípula de São João Crisóstomo.

Santa María del Carmen Salles y Barangueras, virgem e fundadora (†1911). Constituiu em Madrid a Congregação das Irmãs da Imaculada Conceição, dedicada à educação feminina baseada numa sólida formação religiosa e cultural.

Beato Antônio Lucci, Bispo (†1752). Religioso franciscano, eleito Bispo de Bovino, Itália. O estudo, a oração, a pregação e a generosidade para com os pobres foram os pilares de sua vida.

Beatos Rodolfo Aquaviva, Afonso Pacheco, Pedro Berna e Antônio Francisco, presbíteros, e Francisco Aranha, religioso, mártires (†1583). Missionários da Companhia de Jesus na Índia, mortos por ódio à Cruz.

Beata Maria Teresa Kowalska, virgem e mártir (†1941). Religiosa clarissa presa no campo de concentração de Dzialdowo, Polônia, onde permaneceu firme na Fé até a morte.

Beato João Soreth, presbítero (†1471). Prior Geral da Ordem do Carmo durante vinte anos, restaurou a observância da regra nos conventos da Ordem. Obteve do Papa Clemente V a ereção canônica da Segunda e da Terceira Ordem Carmelitana.

Ver todos os Santos deste dia no Martirológio Romano online

Leituras da Missa

Primeira leitura 2 Cor 4,7-15

Irmãos, 7trazemos esse tesouro em vasos de barro, para que todos reconheçam que esse poder extraordinário vem de Deus e não de nós. 8Somos afligidos de todos os lados, mas não vencidos pela angústia; postos entre os maiores apuros, mas sem perder a esperança; 9perseguidos, mas não desamparados; derrubados, mas não aniquilados; 10por toda parte e sempre, levamos em nós mesmos os sofrimentos mortais de Jesus, para que também a vida de Jesus seja manifestada em nossos corpos. 11De fato, nós, os vivos, somos continuamente entregues à morte por causa de Jesus, para que também a vida de Jesus seja manifestada em nossa natureza mortal. 12Assim, a morte age em nós, enquanto a vida age em vós. 13Mas, sustentados pelo mesmo espírito de fé, conforme o que está escrito: “Eu creio e, por isso, falei”, nós também cremos e, por isso, falamos, 14certos de que aquele que ressuscitou o Senhor Jesus nos ressuscitará também com Jesus e nos colocará ao seu lado, juntamente convosco. 15E tudo isso é por causa de vós, para que a abundância da graça em um número maior de pessoas faça crescer a ação de graças para a glória de Deus.

Salmo Responsorial   Sl 125(126)

Os que lançam as sementes entre lágrimas ceifarão com alegria.

¹Quando o Senhor reconduziu nossos cativos, *
parecíamos sonhar;

²encheu-se de sorriso nossa boca, *
nossos lábios, de canções.R.

Entre os gentios se dizia: “Maravilhas *
fez com eles o Senhor!”

³Sim, maravilhas fez conosco o Senhor, *
exultemos de alegria!R.

4Mudai a nossa sorte, ó Senhor, *
como torrentes no deserto.

5Os que lançam as sementes entre lágrimas, *
ceifarão com alegria.R.

6Chorando de tristeza sairão, *
espalhando suas sementes;

cantando de alegria voltarão, *
carregando os seus feixes!R.

Aclamação ao Evangelho:   Jo 15,16

Eu vos designei, para que vades e deis frutos,
e o vosso fruto permaneça, assim disse o Senhor.

Evangelho: Mt 20,20-28

Naquele tempo, 20a mãe dos filhos de Zebedeu aproximou-se de Jesus com seus filhos e ajoelhou-se com a intenção de fazer um pedido. 21Jesus perguntou: “O que tu queres?” Ela respondeu: “Manda que estes meus dois filhos se sentem, no teu Reino, um à tua direita e outro à tua esquerda”. 22Jesus, então, respondeu-lhes: “Não sabeis o que estais pedindo. Por acaso podeis beber o cálice que eu vou beber?” Eles responderam: “Podemos”. 23Então Jesus lhes disse: “De fato, vós bebereis do meu cálice, mas não depende de mim conceder o lugar à minha direita ou à minha esquerda. Meu Pai é quem dará esses lugares àqueles para os quais ele os preparou”. 24Quando os outros dez discípulos ouviram isso, ficaram irritados contra os dois irmãos. 25Jesus, porém, chamou-os e disse: “Vós sabeis que os chefes das nações têm poder sobre elas e os grandes as oprimem. 26Entre vós não deverá ser assim. Quem quiser tornar-se grande torne-se vosso servidor; 27quem quiser ser o primeiro seja vosso servo. 28Pois o Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida como resgate em favor de muitos”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui