Dia 2 de novembro

0
148

Comemoração de todos os Fiéis Defuntos 

Comemoração de todos os Fiéis Defuntos. Esta antiga tradição da Igreja de rezar por seus filhos falecidos teve uma forte difusão a partir do final do século X, devido a Santo Odilon, abade de Cluny. Ver também: O valor do sofrimento e a majestade da morte. e Um lugar de Purificação.

Leituras da Missa

Santos em destaque

São Vitorino, Bispo e mártir (†cerca de 303). Bispo de Ptuj, na atual Eslovênia. Publicou numerosos escritos exegéticos e foi martirizado na perseguição de Diocleciano.

São Malaquias, Bispo (†1148). Restaurou a vida eclesial na diocese de Down e Connor, Irlanda. Morreu no mosteiro de Claraval, na presença de São Bernardo.

São Marciano, eremita (†séc. IV). Dedicou-se à oração, ao estudo e ao trabalho, num mosteiro da Calcedônia. Alimentava-se somente à tarde, e só de pão e água, mas dava mais importância à caridade do que ao jejum.

Santo Ambrósio, abade (†cerca de 520). Por sua exemplar conduta, foi enviado como abade do mosteiro de Saint-Maurice-en-Valais, na atual Suíça, e estabeleceu ali a prática do louvor perpétuo.

Santa Vinfreda, virgem (†séc.VII). Instruída por seu tio São Beuno, progrediu rapidamente na prática da virtude, abraçando a vida monacal em Holywell, País de Gales.

Beato Pio de São Luís Campidelli, religioso (†1889). Ingressou como passionista aos 14 anos; preparava-se para o sacerdócio quando foi atingido pela tuberculose, morrendo aos 21 anos. Exemplo de resignação e serenidade, ofereceu sua vida pela Igreja, pelo Papa e pela conversão dos pecadores.

Beata Margarida de Lorena, religiosa (†1521). Esposa do duque de Alençon, França. Ficando viúva, professou num mosteiro de Clarissas que ela mesma mandara construir.

Ver todos os Santos deste dia no Martirológio Romano online

Leituras da Missa

Primeira leitura: Jó 19,1.23-27

1Jó to­mou a palavra e disse: 23“Gostaria que minhas palavras fossem escritas e gravadas numa inscrição 24com ponteiro de ferro e com chumbo, cravadas na rocha para sempre! 25Eu sei que o meu redentor está vi­vo e que, por último, se levantará sobre o pó; 26e depois que tiverem destruído esta minha pele, na minha carne verei a Deus. 27Eu mesmo o verei, meus olhos o contemplarão, e não os olhos de outros”

Salmo responsorial: 26(27)

R. Sei que a bondade do Senhor eu hei de ver na terra dos viventes.

1.O Senhor é minha luz e salvação; de quem eu terei medo? O Senhor é a proteção da minha vida; perante quem eu tremerei? R.

4.Ao Senhor eu peço apenas uma coisa, e é só isto que eu desejo: habitar no santuário do Senhor por toda a minha vida; saborear a suavidade do Senhor e contemplá-lo no seu templo. R.

7.Ó Senhor, ouvi a voz do meu apelo, atendei por compaixão! 8bÉ vossa face que eu procuro. † 9aNão afas­teis em vossa ira o vosso servo, sois vós o meu auxílio! R.

13.Sei que a bondade do Senhor eu hei de ver na terra dos viventes. 14.Espera no Senhor e tem coragem, espera no Senhor! R.

Segunda leitura: Rm 5,5-11

Irmãos, 5a esperança não decepciona, porque o amor de Deus foi derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado. 6Com efeito, quando éramos ainda fracos, Cristo morreu pelos ímpios, no tempo marcado. 7Dificilmente alguém morrerá por um justo; por uma pessoa muito boa, talvez alguém se anime a morrer. 8Pois bem, a prova de que Deus nos ama é que Cristo morreu por nós quando éramos ainda pecadores. 9Muito mais agora, que já estamos justificados pelo sangue de Cristo, seremos salvos da ira por ele. 10Quando éramos inimigos de Deus, fomos reconciliados com ele pela morte do seu Filho; quanto mais agora, estando já reconciliados, seremos salvos por sua vida! 11Ainda mais, nós nos gloriamos em Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo. É por ele que, já desde o tempo presente, recebemos a reconci­liação.

Evangelho: Jo 6,37-40

Naquele tempo, disse Jesus às multidões: 37“Todos os que o Pai me confia virão a mim, e, quando vie­rem, não os afastarei. 38Pois eu desci do céu não para fazer a minha von­tade, mas a vontade daquele que me enviou. 39E esta é a vontade daquele que me enviou: que eu não perca nenhum daqueles que ele me deu, mas os ressuscite no último dia. 40Pois esta é a vontade do meu Pai: que toda pessoa que vê o Filho e nele crê tenha a vida eterna. E eu o ressuscitarei no último dia”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui