Liturgia Diária – 19 de novembro

0
538

Memória de São Roque González, Afonso Rodríguez e João del Castillo

Sacerdotes e mártires (†1628). Missionários jesuítas, martirizados pelos índios na região do Rio da Prata.

Leituras da Missa

Em Portugal, sexta-feira da 33ª semana do Tempo Comum.

Outros Santos em destaque

Santo Abdias, profeta. Depois do exílio do povo eleito, anunciou a ira de Deus contra os inimigos de Israel.

São Barlaão, mártir (†303). Fervoroso cristão de Antioquia, condenado por ter muitas vezes recusado-se a queimar incenso aos ídolos.

Santa Matilde, virgem (cerca de 1298). Religiosa de sublime doutrina e humildade, foi mestra de Santa Gertrudes no Mosteiro de Helfta, Alemanha.

Beato Tiago Benfátti, Bispo (†1332). Religioso dominicano, eleito Bispo de Mântua, Itália.
Além de apaziguar a cidade, socorreu o povo assolado pela peste e fome.

Ver todos os Santos deste dia no Martirológio Romano online

Leituras da Missa

Primeira leitura: 1Mc 4,36-37.52-59

36Naqueles dias, Judas e seus irmãos disseram: ‘Nossos inimigos foram esmagados. Vamos purificar o lugar santo e reconsagrá-lo’. 37Todo o exército então se reuniu e subiu ao monte Sião. 52No vigésimo quinto dia do nono mês, chamado Casleu, do ano cento e quarenta e oito, levantaram-se ao romper da aurora, 53e ofereceram um sacrifício conforme a Lei, sobre o novo altar dos holocaustos que haviam construído. 54O altar foi novamente consagrado ao som de cânticos, acompanhados de cítaras, harpas e címbalos, na mesma época do ano e no mesmo dia em que os pagãos o haviam profanado. 55Todo o povo prostrou-se com o rosto em terra para adorar e louvar a Deus que lhes tinha dado um feliz triunfo. 56Durante oito dias celebraram a dedicação do altar, oferecendo com alegria holocaustos e sacrifícios de comunhão e de louvor. 57Ornaram com coroas de ouro e pequenos escudos a fachada do templo. Reconstruíram as entradas e os alojamentos, nos quais colocaram portas. 58Grande alegria tomou conta do povo, pois fora reparado o ultraje infligido pelos pagãos. 59De comum acordo com os irmãos e toda a assembleia de Israel, Judas determinou que os dias da dedicação do altar fossem celebrados anualmente com alegres festejos, no tempo exato, durante oito dias, a partir do dia vinte e cinco do mês de Casleu.

Salmo responsorial:  1Cr 29,10.11abc.11d-12a.12bcd (R. 13b)
R. Queremos celebrar o vosso nome glorioso.

10Bendito sejais vós, ó Senhor Deus, +Senhor Deus de Israel, o nosso pai. *desde sempre e por toda a eternidade! R.

11aA Vós pertencem a grandeza e o poder + 11btoda a glória, esplendor e majestade, *11cpois tudo é vosso: o que há no céu e sobre a terra! R.

11dA vós, Senhor, também pertence a realeza, +pois sobre a terra, como rei, vos elevais! *12aToda glória e riqueza vêm de vós! R.

12bSois o Senhor e dominais o universo, +12cem vossa mão se encontra a força e o poder, *12dem vossa mão tudo se afirma e tudo cresce! R.

Evangelho: Lc 19, 45-48

Naquele tempo: 45Jesus entrou no Templo e começou a expulsar os vendedores. 46E disse: ‘Está escrito: ‘Minha casa será casa de oração’. No entanto, vós fizestes dela um antro de ladrões.’ 47Jesus ensinava todos os dias no Templo. Os sumos sacerdotes, os mestres da Lei e os notáveis do povo procuravam modo de matá-lo. 48Mas não sabiam o que fazer, porque o povo todo ficava fascinado quando ouvia Jesus falar.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here