Dia 17 de setembro

0
44

Quinta-feira da 24ª semana do Tempo Comum

Leituras da Missa

Santos em destaque

São Roberto Belarmino – Igreja de Santo Inácio de Loiola, Roma

São Roberto Belarmino, Bispo e Doutor da Igreja. Aos 18 anos ingressou na Companhia de Jesus. Combateu os erros do protestantismo e destacou-se como exegeta e teólogo. Foi conselheiro de vários Papas e diretor espiritual de São Luís Gonzaga, a quem assistiu em seus últimos momentos. Faleceu em Roma no ano de 1621.

São Pedro de Arbués, presbítero e mártir (†1485). Cônego regular da Ordem de Santo Agostinho que combateu as superstições e heresias no reino de Aragão e foi morto por sicários, aos pés do altar da Catedral de Saragoça, Espanha.

São Sátiro, leigo (†377). Irmão de Santo Ambrósio e Santa Marcelina. Viveu com integridade a Fé, dando exemplo de honestidade. Em suas exéquias, Santo Ambrósio pronunciou uma homilia que ainda hoje é lida no Ofício dos defuntos.

São Francisco Maria de Camporosso, religioso (†1866). Irmão capuchinho, ofereceu sua vida pela salvação dos doentes da epidemia que dilacerava Gênova, Itália.

Santa Hildegarda de Bingen, virgem, Doutora da Igreja (†1179). Religiosa do mosteiro do Monte São Ruperto, em Bingen (Alemanha). Escreveu piedosos livros sobre medicina, ciências naturais, arte musical e contemplação mística.

Santa Colomba, virgem e mártir (†853). Dedicou-se aos estudos das Sagradas Escrituras. No decorrer das perseguições de Mohamed I, foi decapitada e seu corpo lançado às águas do Guadalquivir.

Beato Estanislau de Jesus e Maria, presbítero (†1701). Fundador dos Clérigos Marianos da Imaculada Conceição da Virgem Maria, em Gora Kalwária, Polônia.

Ver todos os Santos deste dia no Martirológio Romano online

Leituras da Missa

Primeira leitura: 1 Cor 15, 1-11

1Irmãos, quero lembrar-vos o Evangelho que vos preguei e que recebestes, e no qual estais firmes. 2Por ele sois salvos, se o estais guardando tal qual ele vos foi pregado por mim. De outro modo, teríeis abraçado a fé em vão. 3Com efeito, transmiti-vos, em primeiro lugar, aquilo que eu mesmo tinha recebido, a saber: que Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras; 4que foi sepultado; que, ao terceiro dia, ressuscitou, segundo as Escrituras; 5e que apareceu a Cefas e, depois, aos doze. 6Mais tarde, apareceu a mais de quinhentos irmãos de uma vez. Destes, a maioria ainda vive e alguns já morreram. 7Depois, apareceu a Tiago e, depois, apareceu aos apóstolos todos juntos. 8Por último, apareceu também a mim, como a um abortivo. 9Na verdade, eu sou o menor dos apóstolos, nem mereço o nome de apóstolo, porque persegui a Igreja de Deus. 10É pela graça de Deus que eu sou o que sou. Sua graça para comigo não foi estéril: a prova é que tenho trabalhado mais do que os outros apóstolos – não propriamente eu, mas a graça de Deus comigo. 11É isso, em resumo, o que eu e eles temos pregado e é isso o que crestes.

Salmo responsorial: Sl 117 (118),1-2. 16ab-17. 28 (R. 1)

R. Dai graças ao Senhor, porque ele é bom!

1Dai graças ao Senhor, porque ele é bom!* ‘Eterna é a sua misericórdia!’ 2A casa de Israel agora o diga:*’Eterna é a sua misericórdia!’ R.

16aA mão direita do Senhor fez maravilhas, 16ba mão direita do Senhor me levantou,* a mão direita do Senhor fez maravilhas!’ 17Não morrerei, mas ao contrário, viverei* para cantar as grandes obras do Senhor! R.

28Vós sois meu Deus, eu vos bendigo e agradeço! * Vós sois meu Deus, eu vos exalto com louvores! R.

Evangelho: Lc 7, 36-50

Naquele tempo, 36um fariseu convidou Jesus para uma refeição em sua casa. Jesus entrou na casa do fariseu e pôs-se à mesa. 37Certa mulher, conhecida na cidade como pecadora, soube que Jesus estava à mesa na casa do fariseu. Ela trouxe um frasco de alabastro com perfume 38e, ficando por detrás, chorava aos pés de Jesus; com as lágrimas começou a banhar-lhe os pés, enxugava-os com os cabelos, cobria-os de beijos e os ungia com o perfume. 39Vendo isso, o fariseu que o havia convidado ficou pensando: “Se este homem fosse um profeta, saberia que tipo de mulher está tocando nele, pois é uma pecadora”. 40Jesus disse então ao fariseu: “Simão, tenho uma coisa para te dizer”. Simão respondeu: “Fala, mestre!” 41“Certo credor tinha dois devedores; um lhe devia quinhentas moedas de prata, o outro cinquenta. 42Como não tivessem com que pagar, o homem perdoou os dois. Qual deles o amará mais?” 43Simão respondeu: “Acho que é aquele ao qual perdoou mais”. Jesus lhe disse: “Tu julgaste corretamente”. 44Então, Jesus virou-se para a mulher e disse a Simão: “Estás vendo esta mulher? Quando entrei em tua casa, tu não me ofereceste água para lavar os pés; ela, porém, banhou meus pés com lágrimas e enxugou-os com os cabelos. 45Tu não me deste o beijo de saudação; ela, porém, desde que entrei, não parou de beijar meus pés. 46Tu não derramaste óleo na minha cabeça; ela, porém, ungiu meus pés com perfume. 47Por essa razão, eu te declaro: os muitos pecados que ela cometeu estão perdoados, porque ela mostrou muito amor. Aquele a quem se perdoa pouco mostra pouco amor”. 48E Jesus disse à mulher: “Teus pecados estão perdoados”. 49Então, os convidados começaram a pensar: “Quem é este que até perdoa pecados?” 50Mas Jesus disse à mulher: “Tua fé te salvou. Vai em paz!”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui