Dia 16 de novembro

0
62

Segunda-feira da 33ª semana do Tempo Comum

Leituras da Missa

Santos em destaque

Santa Gertrudes – Igreja de Nossa Senhora da Glória, Minas Gerais (Brasil)

Santa Gertrudes, virgem. (†1302). Religiosa do mosteiro cisterciense de Helfta, Alemanha. Teve experiências místicas sobre o mistério da Encarnação, o Sagrado Coração de Jesus e a Eucaristia.

Santa Margarida da Escócia, rainha e viúva. Natural da Hungria, tornou-se rainha da Escócia aos vinte e quatro anos. Morreu em Edimburgo, no ano de 1093.

Santa Inês, virgem (†1253) seguiu as pegadas de sua irmã, Santa Clara, e abraçou de todo o coração a vida de pobreza franciscana.

Santo Euquério de Lyon, Bispo (†449). Retirou-se para levar vida ascética numa ilha próxima a Lérins, França, e foi eleito Bispo de Lyon. Escreveu a história de numerosos mártires.

Santo Edmundo Rich, Bispo (†1240). Arcebispo de Cantuária, Inglaterra. Exilado por defender os
direitos da Igreja, viveu santamente entre os monges cistercienses de Pontigny, França.

São Otemaro, abade (†759). Na Suíça, construiu um pequeno hospital para leprosos, e um mosteiro sob a regra beneditina.

Beato Eduardo Osbaldeston, presbítero e mártir (†1594). Sacerdote de Yorkshire, Inglaterra, executado durante o reinado de Isabel I por exercer seu ministério.

Ver todos os Santos deste dia no Martirológio Romano online

Leituras da Missa

Primeira leitura: Ap 1,1-4; 2,1-5

1Revelação que Deus confiou a Jesus Cristo, para que mostre aos seus servos as coisas que devem acontecer em breve. Jesus as deu a conhecer, através do seu anjo, ao seu servo João. 2Este dá testemunho de que tudo quanto viu é palavra de Deus e testemunho de Jesus Cristo. 3Feliz aquele que lê e aqueles que escutam as palavras desta profecia e também praticam o que nela está escrito. Pois o momento está chegando. 4João às sete Igrejas que estão na região da Ásia: A vós, graça e paz da parte daquele que é, que era e que vem; da parte dos sete espíritos que estão diante do trono de Deus. 2,1Ouvi o Senhor que me dizia: Escreve ao anjo da Igreja que está em Éfeso: Assim fala aquele que tem na mão direita as sete estrelas, aquele que está andando no meio dos sete candelabros de ouro: 2Conheço a tua conduta, o teu esforço e a tua perseverança. Sei que não suportas os maus. Colocaste à prova alguns que se diziam apóstolos e descobriste que não eram apóstolos, mas mentirosos. 3És perseverante. Sofreste por causa do meu nome e não desanimaste. 4Todavia, há uma coisa que eu reprovo: abandonaste o teu primeiro amor. 5Lembra-te de onde caíste! Converte-te e volta à tua prática inicial. Se, pelo contrário, não te converteres, virei depressa e arrancarei o teu candelabro do seu lugar.

Salmo responsorial:  Sl 1,1-2.3.4 e 6 (R/. Ap 2,7b)

R. Ao vencedor concederei comer da árvore da vida!

1.Feliz é todo aquele que não anda conforme os conselhos dos perversos; que não entra no caminho dos malvados nem junto aos zombadores vai sentar-se; 2.mas encontra seu prazer na lei de Deus e a medita, dia e noite, sem cessar. R.

3.Eis que ele é semelhante a uma árvore que à beira da torrente está plantada; ela sempre dá seus frutos a seu tempo, † e jamais as suas folhas vão murchar. Eis que tudo o que ele faz vai prosperar. R.

4.Mas bem outra é a sorte dos perversos. † Ao contrário, são iguais à palha seca espalhada e dispersada pelo vento. 6.Pois Deus vigia o caminho dos eleitos, mas a estrada dos malvados leva à morte. R.

Evangelho: Lc 18,35-43

35Quando Jesus se aproximava de Jericó, um cego estava sentado à beira do caminho, pedindo esmolas. 36Ouvindo a multidão passar, ele perguntou o que estava acontecendo. 37Disseram-lhe que Jesus nazareno estava passando por ali. 38Então o cego gritou: “Jesus, filho de Davi, tem piedade de mim!” 39As pessoas que iam na frente mandavam que ele ficasse calado. Mas ele gritava mais ainda: “Filho de Davi, tem piedade de mim!” 40Jesus parou e mandou que levassem o cego até ele. Quando o cego chegou perto, Jesus perguntou: 41“O que queres que eu faça por ti?” O cego respondeu: “Senhor, eu quero enxergar de novo”. 42Jesus disse: “Enxerga, pois, de novo. A tua fé te salvou”. 43No mesmo instante, o cego começou a ver de novo e seguia Jesus, glorificando a Deus. Vendo isso, todo o povo deu louvores a Deus.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui