Dia 14 de setembro

0
45

Festa da Exaltação da Santa Cruz

Exaltação da Santa Cruz. Quando conquistaram Jerusalém, em 614, os persas pagãos se apoderaram da Santa Cruz e a levaram para Ctesifonte, sua capital.Treze anos depois, o Imperador de Bizâncio, Heráclio, invadiu a Pérsia (Irã), recuperou-a e a trouxe solenemente de volta para Jerusalém. Desde então, a Igreja comemora a festa da Exaltação da Santa Cruz.

Leituras da Missa

 

Santos em destaque

São Materno, Bispo (†séc. IV). Primeiro a governar a Arquidiocese de Colônia.

São Pedro, Bispo (†1174). Desejando apartar-se de toda glória mundana, tornou-se cisterciense. Destacou-se na estrita observância da Regra e dirigiu a abadia de Tamié. Por suas excelsas qualidades, o Papa o nomeou arcebispo de Tarentaise, França.

Santo Alberto, Bispo (†1215).Patriarca de Jerusalém. Deu uma regra aos eremitas do Monte Carmelo e, enquanto celebrava a festa da Santa Cruz, foi assassinado por um homem cuja má conduta havia censurado.

São Gabriel Taurino Dufresse, Bispo e mártir (†1815). Missionário da Sociedade das Missões Estrangeiras de Paris, decapitado em Chengdu, China, depois de 40 anos de operoso ministério.

Santa Notburga de Eben, virgem (†1313). Como cozinheira do castelo vizinho da cidade de Eben, exerceu admiravelmente a caridade para com os pobres.

Beato Cláudio Laplace, presbítero e mártir (†1794). Por sua fidelidade ao Papa, foi encarcerado num navio em Rochefort, onde morreu de inanição, durante a Revolução Francesa.

Ver todos os Santos deste dia no Martirológio Romano online

Leituras da Missa

Primeira leitura: Nm 21,4-9

Naqueles dias, 4os filhos de Israel partiram do monte Hor, pelo caminho que leva ao mar Vermelho, para contornarem o país de Edom. Durante a viagem, o povo começou a impacientar-se 5e se pôs a falar contra Deus e contra Moisés, dizendo: “Por que nos fizestes sair do Egito para morrermos no deserto? Não há pão, falta água, e já estamos com nojo desse alimento miserável”. 6Então o Senhor mandou contra o povo serpentes venenosas, que os mordiam; e morreu muita gente em Israel. 7O povo foi ter com Moisés e disse: “Pecamos, falando contra o Senhor e contra ti. Roga ao Senhor que afaste de nós as serpentes”. Moisés intercedeu pelo povo, 8e o Senhor respondeu: “Faze uma serpente de bronze e coloca-a como sinal sobre uma haste; aquele que for mordido e olhar para ela viverá”. 9Moisés fez, pois, uma serpente de bronze e colocou-a como sinal sobre uma haste. Quando alguém era mordido por uma serpente e olhava para a serpente de bronze, ficava curado.

Salmo responsorial:  Sl 77(78),1-2.34-35.36-37.38 (R. cf. 7c)

R. Das obras do Senhor, ó meu povo, não te esqueças!

1Escuta, ó meu povo, a minha Lei,* ouve atento as palavras que eu te digo; 2abrirei a minha boca em parábolas,* os mistérios do passado lembrarei. R.

34Quando os feria, eles então o procuravam,* convertiam-se correndo para ele; 35recordavam que o Senhor é sua rocha* e que Deus, seu Redentor, é o Deus Altíssimo. R.

36Mas apenas o honravam com seus lábios* e mentiam ao Senhor com suas línguas; 37seus corações enganadores eram falsos* e, infiéis, eles rompiam a Aliança. R.

38Mas o Senhor, sempre benigno e compassivo,* não os matava e perdoava seu pecado; quantas vezes dominou a sua ira* e não deu largas à vazão de seu furo  R.

Evangelho: Jo 3,13-17

Naquele tempo, disse Jesus a Nicodemos: 13“Ninguém subiu ao céu, a não ser aquele que desceu do céu, o Filho do Homem. 14Do mesmo modo como Moisés levantou a serpente no deserto, assim é necessário que o Filho do Homem seja levantado, 15para que todos os que nele crerem tenham a vida eterna. 16Pois Deus amou tanto o mundo, que deu o seu Filho unigênito para que não morra todo o que nele crer, mas tenha a vida eterna. 17De fato, Deus não enviou o seu Filho ao mundo para condenar o mundo, mas para que o mundo seja salvo por ele”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui