Segunda-feira da 11ª semana do Tempo Comum

Leituras da Missa

Santos em destaque

Santo Eliseu – Catedral de Autun, Autun (França)

Santo Eliseu, profeta. Discípulo e sucessor de Santo Elias e profeta de Israel desde o tempo do rei Jorão até os dias de Joás.

São Fortunato de Nápoles, Bispo (†séc. IV). Preservou sua diocese da heresia ariana, proclamando o quanto pôde a divindade de Jesus Cristo.

São Metódio, Bispo (†847). De origem siciliana, foi monge na Ilha de Quios, Grécia, e mais tarde Patriarca de Constantinopla. Dirigiu-se a Roma para defender o culto aos ícones sagrados.

Santos Valério e Rufino, mártires (†séc. IV). Decapitados perto de Soissons, França, por difundir o Evangelho.

Santo Anastásio, São Félix e Santa Digna (†853). Mártires em Córdoba, Espanha. Santo Anastásio, sacerdote, foi morto por ter professado sua Fé ante os mouros; São Félix, monge, por ter pregado o Evangelho na região das Astúrias; e Santa Digna, adolescente, por ter protestado contra a morte dos dois.

Beata Francisca de Paula de Jesus (†1895). Filha e neta de escravos do Estado de Minas Gerais, Brasil, que tendo ficado órfã aos dez anos, dedicou toda a sua vida à oração e ao serviço dos mais necessitados.

Ver todos os Santos deste dia no Martirológio Romano online

Leituras da Missa

Primeira leitura: 2 Cor 6,1-10

Irmãos: 1Como colaboradores de Cristo, nós vos exortamos a não receberdes em vão a graça de Deus, 2pois ele diz: ‘No momento favorável, eu te ouvi e no dia da salvação, eu te socorri’. É agora o momento favorável, é agora o dia da salvação. 3Não damos a ninguém nenhum motivo de escândalo, para que o nosso ministério não seja desacreditado. 4Mas em tudo nos recomendamos como ministros de Deus, com muita paciência, em tribulações, em necessidades, em angústias, 5em açoites, em prisões, em tumultos, em fadigas, em insônias, em jejuns, 6em castidade, em compreensão, em longanimidade, em bondade, no Espírito Santo, em amor sincero, 7em palavras verdadeiras, no poder de Deus, em armas de justiça, ofensivas e defensivas, 8em honra e desonra, em má ou boa fama; considerados sedutores, sendo, porém, verazes; 9como desconhecidos, sendo porém, bem conhecidos; como moribundos, embora vivamos; como castigados mas não mortos; 10como aflitos mas sempre alegres; como pobres mas enriquecendo muitos; como quem nada possui, mas tendo tudo.

Salmo responsorial:  Sl 97(98),1.2-3ab.3cd-4 (R. 2a)

R. O Senhor fez conhecer a salvação.

1Cantai ao Senhor Deus um canto novo,* porque ele fez prodígios!
Sua mão e o seu braço forte e santo* alcançaram-lhe a vitória. R.

2O Senhor fez conhecer a salvação,* e às nações, sua justiça; 3arecordou o seu amor sempre fiel* 3bpela casa de Israel. R.

3cOs confins do universo contemplaram* 3da salvação do nosso Deus. 4Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira,* alegrai-vos e exultai! R.

Evangelho: Mt 5,38-42

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 38Ouvistes o que foi dito: ‘Olho por olho e dente por dente!’ 39Eu, porém, vos digo: Não enfrenteis quem é malvado! Pelo contrário, se alguém te dá um tapa na face direita, oferece-lhe também a esquerda! 40Se alguém quiser abrir um processo para tomar a tua túnica, dá-lhe também o manto! 41Se alguém te forçar a andar um quilômetro, caminha dois com ele! 42Dá a quem te pedir e não vires as costas a quem te pede emprestado.

Artigo anteriorDia 13 de junho
Próximo artigoLiturgia Diária – 15 de junho
Artigos não assinados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui