Liturgia Diária – 11 de setembro

0
492

Sábado da 23ª semana do Tempo Comum

Leituras da Missa

Santos em destaque

São João Gabriel Perboyre – Casa Diocesana de Obras, Cahors (França)

São Pafnúcio, Bispo e confessor (†séc. IV). Sobreviveu às torturas durante as perseguições de Galério Máximo. No Concílio de Nicéia, defendeu heroicamente a divindade de Nosso Senhor contra a heresia ariana.

São Paciente, Bispo (†480). Na diocese de Lyon, França, empenhou-se a fundo no apostolado de conversão dos hereges e de assistência aos necessitados.

São Daniel (ou Deiniol) Wyn, (†584). Bispo e abade em Bangor, País de Gales.

São João Gabriel Perboyre, mártir (†1840). Sacerdote francês da Congregação das Missões, pregou o Evangelho na China. Foi encarcerado e torturado durante quase um ano e, por fim, estrangulado.

Santos Proto e Jacinto, Mártires, séc. III.

Santo Elias Speleota, abade (†960). Partiu como peregrino para Roma, onde tomou o hábito de São Basílio, e levou vida de penitente na gruta de Melicuccà, Itália.

Beato Pedro de Alcântara Villanueva Larráyoz, mártir (†1936).Religioso da Ordem de São Joãode Deus assassinado em Barcelonadurante a Guerra Civil Espanhola.

Beato Boaventura de Barcelona (Miguel Gran), religioso (†1648). Fundou vários conventos e casas de retiro da Ordem Franciscana no território romano. Tinha os dons do discernimento dos espíritos e da contemplação.

Ver todos os Santos deste dia no Martirológio Romano online

Leituras da Missa

Primeira leitura: 1 Tm 1, 15-17

Caríssimo, 15segura e digna de ser acolhida por todos é esta palavra: Cristo veio ao mundo para salvar os pecadores. E eu sou o primeiro deles! 16Por isso encontrei misericórdia, para que em mim, como primeiro, Cristo Jesus demonstrasse toda a grandeza de seu coração; ele fez de mim um modelo de todos os que crerem nele para alcançar a vida eterna. 17Ao rei dos séculos, ao único Deus, imortal e invisível, honra e glória pelos séculos dos séculos. Amém!

Salmo responsorial:  Sl 112(113), 1-2.3-4.5a e 6-7 (R. 2)
R. Bendito seja o nome do Senhor, agora e para sempre! Ou Aleluia, Aleluia, Aleluia

1Louvai, louvai, ó servos do Senhor, *louvai, louvai o nome do Senhor! 2Bendito seja o nome do Senhor, *agora e por toda a eternidade! R.

3Do nascer do sol até o seu ocaso, *louvado seja o nome do Senhor! 4O Senhor está acima das nações, *sua glória vai além dos altos céus. R.

5aQuem pode comparar-se ao nosso Deus, +6que se inclina para olhar o céu e a terra? 7Levanta da poeira o indigente *e do lixo ele retira o pobrezinho. R.

Evangelho: Lc 6, 43-49

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 43“Não existe árvore boa que dê frutos ruins nem árvore ruim que dê frutos bons. 44Toda árvore é reconhecida pelos seus frutos. Não se colhem figos de espinheiros nem uvas de plantas espinhosas. 45O homem bom tira coisas boas do bom tesouro do seu coração. Mas o homem mau tira coisas más do seu mau tesouro, pois sua boca fala do que o coração está cheio. 46Por que me chamais: ‘Senhor! Senhor!’, mas não fazeis o que eu digo? 47Vou mostrar-vos com quem se parece todo aquele que vem a mim, ouve as minhas palavras e as põe em prática. 48É semelhante a um homem que construiu uma casa: cavou fundo e colocou o alicerce sobre a rocha. Veio a enchente, a torrente deu contra a casa, mas não conseguiu derrubá-la, porque estava bem construída. 49Aquele, porém, que ouve e não põe em prática é semelhante a um homem que construiu uma casa no chão, sem alicerce. A torrente deu contra a casa, e ela imediatamente desabou; e foi grande a ruína dessa casa”.

Artigo anteriorLiturgia Diária – 10 de setembro
Próximo artigoLiturgia Diária – 12 de setembro
Artigos não assinados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui