Liturgia Diária -10 de junho

0
297

Quinta-feira da 10ª semana do Tempo Comum

Leituras da Missa

Santos em destaque

Juízo final – Galeria Nacional de arte – Londres

Beato João Dominici, Bispo (†1419). Religioso dominicano eleito Bispo de Ragusa da Dalmácia. Faleceu  em Budapeste, Hungria, para onde foi enviado a fim de combater a heresia de João Huss.

São Bogumilo, Bispo (†1182). Renunciou à sede episcopal de Gniezno, Polônia, e seguiu vida eremítica em suprema austeridade, num local deserto perto de Dobrow.

Santo Itamar de Rochester, Bispo (†c. de 666). Primeiro presbítero de Kent, Inglaterra, a ser elevado à ordem episcopal.

Beato Henrique de Bolzano, leigo (†1315). Sendo carpinteiro e inculto, dava tudo o que possuía aos pobres. Já com a saúde debilitada, partilhava com os necessitados a precária esmola que mendigava.

Beato Eduardo Poppe, sacerdote (†1924). Ainda jovem, consagrou-se à Santíssima Virgem como escravo. Ordenado sacerdote em 1916, foi ardoroso apóstolo da Eucaristia e de Nossa Senhora. Faleceu
aos 34 anos.

Beatos Tomas Green e Gualter Pierson, mártires (†1537). Monges cartuxos que morreram de fome no cárcere, durante o reinado de Henrique VIII da Inglaterra, por sua fidelidade à Cátedra de Pedro.

Beato Eustáquio Kugler, religioso (†1946). Religioso da Ordem Hospitaleira de São João de Deus.

Beata Diana de Andaló, virgem (†1236). Depois de sofrer todo tipo de oposição por parte de sua família, fundou um mosteiro beneditino no qual faleceu após uma santa vida.

Ver todos os Santos deste dia no Martirológio Romano online

Leituras da Missa

Primeira leitura: 2 Cor 3,25-4,1.3-6

Irmãos: 15Até ao dia de hoje, quando os israelitas lêem os escritos de Moisés, um véu cobre o coração deles. 16Mas, todas as vezes que o coração se converte ao Senhor, o véu é tirado. 17Pois o Senhor é o Espírito, e onde está o Espírito do Senhor, aí está a liberdade. 18Todos nós, porém, com o rosto descoberto, contemplamos e refletimos a glória do Senhor e assim somos transformados à sua imagem, pelo seu Espírito, com uma glória cada vez maior. 4,1Não desanimamos no exercício deste ministério que recebemos da misericórdia divina. 3E se o nosso evangelho está velado, é só para aqueles que perecem que ele está velado. 4O deus deste mundo cegou a inteligência desses incrédulos, para que eles não vejam a luz esplendorosa do evangelho da glória de Cristo que é a imagem de Deus. 5De fato, não nos pregamos a nós mesmos, pregamos a Jesus Cristo, o Senhor. Quanto a nós, apresentamo-nos como servos vossos, por causa de Jesus. 6Com efeito, Deus que disse: ‘Do meio das trevas brilhe a luz’, é o mesmo que fez brilhar a sua luz em nossos corações, para tornar claro o conhecimento da sua glória na face de Cristo.

Salmo responsorial:  Sl 84(85), 9ab-10.11-12.13-14 (R. cf. 10b)

R. A glória do Senhor habitará em nossa terra.

9aQuero ouvir o que o Senhor irá falar:* é a paz que ele vai anunciar; 9ba paz para o seu povo e seus amigos,* 10Está perto a salvação dos que o temem,* e a glória habitará em nossa terra. R.

11A verdade e o amor se encontrarão,* a justiça e a paz se abraçarão; 12da terra brotará a fidelidade,* e a justiça olhará dos altos céus. R.

13O Senhor nos dará tudo o que é bom,* e a nossa terra nos dará suas colheitas; 14a justiça andará na sua frente* e a salvação há de seguir os passos seus. R.

Evangelho: Mt 5,20-26

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 20Se a vossa justiça não for maior que a justiça dos mestres da Lei e dos fariseus, vós não entrareis no Reino dos Céus. 21Vósouvistes o que foi dito aos antigos: ‘Não matarás! Quem matar será condenado pelo tribunal’. 22Eu, porém, vos digo: todo aquele que se encoleriza com seu irmão será réu em juízo; quem disser ao seu irmão: ‘patife!’ será condenado pelo tribunal; quem chamar o irmão de ‘tolo’ será condenado ao fogo do inferno. 23Portanto, quando tu estiveres levando a tua oferta para o altar, e ali te lembrares que teu irmão tem alguma coisa contra ti, 24deixa a tua oferta ali diante do altar, e vai primeiro reconciliar-te com o teu irmão. Só então vai apresentar a tua oferta. 25Procura reconciliar-te com teu adversário, enquanto caminha contigo para o tribunal. Senão o adversário te entregará ao juiz, o juiz te entregará ao oficial de justiça, e tu serás jogado na prisão. 26Em verdade eu te digo: dali não sairás, enquanto não pagares o último centavo.

Artigo anteriorLiturgia Diária – 9 de junho
Próximo artigoLiturgia Diária – 11 de junho
Artigos não assinados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui