Estados Unidos – No mês de maio, a convite do pároco, Pe. Ivan Sciberras, missionárias dos Arautos deram palestras sobre a Santíssima Virgem na Igreja de São Pedro, em New Jersey, e na escola paroquial. Houve também procissões e outros atos de piedade em honra à Mãe de Deus.

Brasil – Os Arautos do Evangelho foram convidados a solenizar a posse do Pe. Dorival Aparecido de Morais como pároco da Igreja Matriz Sant’Anna, Catedral Diocesana de Mogi das Cruzes (SP) . A Celebração Eucarística, presidida por Dom Pedro Luiz Stringhini, Bispo Diocesano, ocorreu no dia 11 de abril.

Chile – Missionários e missionárias dos Arautos visitaram a Paróquia Nossa Senhora do Carmo, de Curacaví, com a Imagem Peregrina do Imaculado Coração de Maria (foto 1), e levaram seu Oratório a residências (foto 2) e instituições, entre estas à Escola Agrícola Las Garzas (foto 3).

 

“Testemunha jubilosa do Senhor ressuscitado”

Com as palavras que encabeçam estas linhas, o Núncio Apostólico na Costa Rica, Dom Bruno Musarò (foto 3), qualificou o Pe. Gonzalo Raymundo Esteban, EP (foto 2), que no dia 12 de abril entregou sua alma a Deus na cidade de São Paulo, vítima de um câncer fulminante. Elas foram pronunciadas durante a Missa celebrada pelo prelado na casa dos Arautos nesse país, onde o Pe. Gonzalo desenvolveu nos últimos anos sua incansável atividade pastoral.

Também o Arcebispo de Madri, Cardeal Carlos Osoro Sierra (foto 1), que conheceu pessoalmente o Pe. Gonzalo quando estava à frente da Diocese de Oviedo, quis presidir uma Eucaristia pela alma deste dedicado apóstolo. A celebração foi realizada na Paróquia San Ginés, em Madri (foto 5), e teve como concelebrantes Dom Luis Armando Tineo Rivera, Bispo Emérito de Carora, e mais dezesseis sacerdotes.

Por sua vez, o Núncio Apostólico em El Salvador, Dom Santo Rocco Gangemi, celebrou uma Santa Missa na casa dos Arautos na cidade de San José (fotos 4 e 7), enquanto Dom Francisco Cerro Chaves, Arcebispo de Toledo e Primaz da Espanha, presidiu uma Eucaristia na casa dos Arautos em Camarenilla (fotos 6 e 8), ocasião em que afirmou: “O Pe. Gonzalo foi um sacerdote que transmitia o que vivia”.

 

Artigo anteriorAmparo, proteção e segurança
Artigo SeguinteAconteceu na Igreja e no mundo
Artigos não assinados

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here