Crianças iraquianas recebem a Primeira Comunhão

Na Igreja de São João Batista, em Qaraqosh, no norte do Iraque, foi realizada a Primeira Comunhão de cento e vinte e uma crianças. O celebrante, Pe. Majeed Attalla, disse que ainda há mais quatrocentas à espera de receberem este Sacramento, e declarou: “Graças a Deus temos muitas crianças e isto é fonte de alegria, porque dão força e esperança para continuar, representam o futuro. [Todas] foram preparadas com um espírito de grande participação. A COVID-19 parou o mundo, mas felizmente não interrompeu a vida da comunidade”.

Qaraqosh é atualmente o centro cristão mais importante na planície de Nínive: quase a totalidade da população professa a fé em Nosso Senhor Jesus Cristo.

Ministro de Educação da França proscreve “escrita inclusiva”

O recurso de “linguagem inclusiva”, que utiliza um caractere “neutro” para significar os gêneros masculino e feminino, foi proibido nas escolas da França pelo Ministro da Educação, Jean-Michel Blanquer. Ele explica que o uso dessa forma de escrita prejudica a compreensão dos alunos, por causa da complexidade e instabilidade de que é constituída.

Polícia inglesa pede desculpas por entrada em paróquia

Após uma interrupção realizada por oficiais da polícia durante a cerimônia de Sexta-Feira Santa na paróquia polonesa de Londres, os agentes encarregados desse serviço foram instados a pedir desculpas devido à ilegalidade da intervenção.

A denúncia que chegara à polícia naquele dia afirmava que as normas de prevenção contra a COVID-19 estavam sendo infringidas na igreja. No entanto, verificou-se que todos os regulamentos foram seguidos à risca pelos paroquianos, que ademais afirmaram terem cumprido os mesmos protocolos durante as Missas de Quinta-Feira Santa e Sábado Santo.

Reabertura de Notre-Dame é prevista para o ano 2024

O Presidente da França, Emmanuel Macron, prometeu que a restauração da histórica catedral parisiense estaria concluída em 2024. Também Michel Picaud, presidente da instituição de caridade Amigos de Notre-Dame de Paris – associação cujo objetivo é coletar doações e fundos para a reconstrução ‒, assegurou que é possível o templo estar, de fato, pronto no ano previsto, embora o teto possa não ter sido ainda finalizado.

O reitor da Catedral de Notre-Dame, Dom Patrick Chauvet, afirmou que a obra pode durar ainda vinte anos, resultando num gasto total de mais de um bilhão de euros.

Antigo mosteiro retoma sua produção de cerveja

A mais antiga abadia do Ocidente ativa até os dias de hoje se encontra na Suíça. Trata-se do Mosteiro de Saint-Maurice d’Agaune, fundado em 515, e que se destaca por possuir grande patrimônio artístico, bem como antigas e valiosas relíquias.

A tradicional produção de cerveja deste mosteiro, interrompida no séc. XIII, foi retomada em 2019 e deverá revitalizar o jazimento arqueológico da abadia, além de contribuir para o sustento da comunidade. Já foram elaborados três sabores da bebida e outro ainda está por vir.

Mais uma igreja é queimada no Chile

Em meados de abril um incêndio tomou conta de uma das capelas da Paróquia Santo Antônio, na comuna de Padre Las Casas, em La Araucanía. Tudo leva a crer que se tratou de um ataque terrorista. A perda da capela foi completa, apesar de quatro equipes de bombeiros terem atuado na emergência.

Encontrados eremitérios do século IV

Missões arqueológicas encontraram no sítio Tal Ganoub Qasr-al Agouz, no Oásis Bahariya (Egito), o mosteiro cristão mais antigo já descoberto. Exames de radiocarbono indicam ser do séc. IV. Até então, acreditava-se que as primeiras comunidades datavam do séc. V, pelo que o achado trará importantes dados sobre o Cristianismo primitivo e o monaquismo no Egito.

Seis eremitérios construídos em basalto, escavados na rocha ou feitos de tijolo de argila foram encontrados no local. Graças à ausência de umidade e à areia do deserto, as ruínas ficaram excepcionalmente bem conservadas. Nas paredes estão gravadas inscrições em grego e pinturas coptas. Os textos foram motivo de surpresa para os estudiosos e serão objeto de análise.

Igrejas francesas sofrem crescentes ataques

A unidade central de inteligência criminal da França informou que, só em 2018, registraram-se 877 ataques a locais de culto católico no país. O presidente do Observatório do Patrimônio Religioso de Paris, Edouard de Lamaze, apontou que esse número cresceu cinco vezes em comparação à década anterior. Ele alertou ainda que, se os vandalismos persistirem, cinco mil edifícios de nossa Religião desaparecerão em um prazo relativamente breve.

Lamaze lamentou o fato de tais locais não serem restaurados nem protegidos pelo governo, desde que em 1905 foi decretada a lei de separação entre a Igreja e o Estado.

Em síntese, a França tem perdido um templo católico a cada duas semanas. De todas as ofensas perpetradas contra edifícios de culto, a maioria visa a Igreja Católica.

Imagem da Virgem de Guadalupe é reentronizada em Houston

A imagem de Nossa Senhora de Guadalupe, pertencente à Paróquia Rainha da Paz, em Houston, foi recebida pelos fiéis numa cerimônia, após ter sido restaurada. Em dezembro do ano passado, ela havia sido atingida com seis tiros de revólver por um delinquente vestido, segundo testemunhas, com roupa vermelha e chapéu preto.

Lançado novo website do Observatório Astronômico do Vaticano

Um novo website foi lançado pelo Observatório Astronômico do Vaticano, com o intuito de “mostrar ao mundo que a Igreja apoia a ciência”, asseverou o diretor, Pe. Guy Consolmagno, SJ, em entrevista à Catholic News Agency. Juntamente foi lançado um podcast que explora “as maravilhas do universo de Deus”, com explicações de especialistas no assunto. O site possui uma série de recursos sobre fé e ciência, e muitos interessados poderão acessá-lo e conhecer o trabalho de forma mais detalhada.

Museu de Arte Sacra restaurará imagens vandalizadas

Seis imagens pertencentes à Paróquia Nossa Senhora dos Remédios, da Diocese de Osasco, foram enviadas ao Museu de Arte Sacra com o objetivo de serem restauradas por causa do dano que sofreram sob os golpes de dois homens e duas mulheres que invadiram a matriz. Ao correr atrás dos bandidos, o administrador paroquial, Pe. Amauri Baggio, ouviu de um deles que aquele ato tinha sido realizado “em nome de Jesus”.

Dentre essas imagens estava a da padroeira, Nossa Senhora dos Remédios, e outra de Santo Ubaldo, vinda da Itália há mais de sessenta anos e toda entalhada em madeira. Havia ainda uma sétima, representando Santa Cecília, a qual não poderá ser consertada devido ao estado lastimável em que ficou.

João Rossi, encarregado da restauração, calcula que o trabalho demorará por volta de um ano. Informou também que, para isso, participarão quinze pessoas, entre restauradores e voluntários, os quais procurarão ao máximo deixá-las com a aparência original. A primeira imagem a ser trabalhada será a da padroeira.

Igreja Nossa Senhora dos Remédios, Osasco (SP); em destaque, a imagem de Santa Cecília, que não poderá ser restaurada por causa da gravidade dos danos

 

 

Artigo anteriorArautos no Mundo
Artigo SeguinteEntre estrelas e pedras…
Artigos não assinados

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here