Quarta-feira de Cinzas

Com a Quarta-feira de Cinzas, inicia-se a Quaresma. É dia de jejum e e abstinência. Ver também: A quarta feira de cinzas em seu nascedouro, por Plinio Corrêa de Oliveira

Leituras da Missa

Santos em destaque

A Santíssima Virgem entrega o escapulário aos sete santos fundadores dos Servitas – Igreja das Dores, Córdoba (Espanha)

Sete Santos Fundadores dos Servitas. Sete leigos florentinos retiraram-se para o Monte Senário (1233), dedicando-se à vida contemplativa. Fundaram posteriormente a Ordem dos Servos de Maria.

São Bonoso, Bispo (†cerca de 373). Sendo Bispo de Trier, Alemanha, empenhou-se, junto com Santo Hilário de Poitiers, em manter a integridade da Fé na Gália

São Flaviano, Bispo (†449). Eleito para a sede patriarcal de Constantinopla, encerrou a controvérsia provocada pelo nestorianismo e, alguns anos depois, condenou a heresia monofisista.

Santo Evermodo, Bispo (†1178). Religioso premonstratense, discípulo de São Norberto, enviado à Alemanha como missionário. Eleito Bispo de Ratzenburg, dedicou-se à evangelização dos vênedos, estabelecidos nas margens do Vístula.

São Mesróbio, monge (†c. 440). Evangelizador dos armênios e discípulo de São Narsés, criou um alfabeto para ensinar ao povo a Sagrada Escritura, traduziu o Antigo e o Novo Testamento, e compôs hinos e cânticos em língua armênia.

São Pedro Yu Chŏng-nyul, mártir (†1866). Pai de família que, enquanto lia de noite o Evangelho aos fiéis na casa de um catequista, foi preso e açoitado até a morte, em Pyongyang, Coreia.

Beato Lucas Bellúdi, sacerdote (†1286). Oriundo de nobre família e homem de grande cultura, fez-se religioso franciscano aos 25 anos. Foi companheiro e discípulo fiel de Santo Antônio de Pádua.

Beato Antônio Leszczewicz, presbítero e mártir (†1943). Religioso da Congregação dos Padres Marianos da Imaculada Conceição, morto em Rzeszów, Polônia, por causa de sua fé em Cristo.

Ver todos os Santos deste dia no Martirológio Romano online

Leituras da Missa

Primeira leitura: Jl 2,12-18

12“Agora, diz o Senhor, voltai para mim com todo o vosso coração, com jejuns, lágrimas e gemidos; 13rasgai o coração, e não as vestes, e voltai para o Senhor, vosso Deus; ele é benigno e compassivo, paciente e cheio de misericórdia, inclinado a perdoar o castigo.” 14Quem sabe se ele se volta para vós e vos perdoa, e deixa atrás de si a bênção, oblação e libação para o Senhor, vosso Deus? 15Tocai trombeta em Sião, prescrevei o jejum sagrado, convocai a assembleia; 16congregai o povo, realizai cerimônias de culto, reuni anciãos, ajuntai crianças e lactentes; deixe o esposo seu aposento, e a esposa seu leito. 17Chorem, postos entre o vestíbulo e o altar, os ministros sagrados do Senhor e digam: “Perdoa, Senhor, a teu povo e não deixes que esta tua herança sofra infâmia e que as nações a dominem”. Por que se haveria de dizer entre os povos: “Onde está o Deus deles?” 18Então, o Senhor encheu-se de zelo por sua terra e perdoou ao seu povo.

Salmo responsorial: Sl 50(51),3-4.5-6a.12-13.14 e 17 (R.3a)

R. Misericórdia, ó Senhor, pois pecamos.

3Tende piedade, ó meu Deus, misericórdia! * Na imensidão de vosso amor, purificai-me! 4Lavai-me todo inteiro do pecado, * e apagai completamente a minha culpa! R.

5Eu reconheço toda a minha iniqüidade,* o meu pecado está sempre à minha frente. 6aFoi contra vós, só contra vós, que eu pequei,* pratiquei o que é mau aos vossos olhos! R.

12Criai em mim um coração que seja puro,* dai-me de novo um espírito decidido. 13Ó Senhor, não me afasteis de vossa face,* nem retireis de mim o vosso Santo Espírito! R.

14Dai-me de novo a alegria de ser salvo* e confirmai-me com espírito generoso! 17Abri meus lábios, ó Senhor, para cantar,* e minha boca anunciará vosso louvor! R.

Segunda leitura: 2Cor 5,20-6,2

Irmãos, 20somos embaixadores de Cristo, e é Deus mesmo que exorta através de nós. Em nome de Cristo, nós vos suplicamos: deixai-vos reconciliar com Deus. 21Aquele que não cometeu nenhum pecado, Deus o fez pecado por nós, para que nele nós nos tornemos justiça de Deus. 6,1Como colaboradores de Cristo, nós vos exortamos a não receberdes em vão a graça de Deus, 2pois ele diz: “No momento favorável eu te ouvi, e no dia da salvação eu te socorri”. É agora o momento favorável, é agora o dia da salvação.

Evangelho: Mt 6,1-6.16-18

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 1“Ficai atentos para não praticar a vossa justiça na frente dos homens só para serdes vistos por eles. Caso contrário, não recebereis a recompensa do vosso Pai que está nos céus. 2Por isso, quando deres esmola, não toques a trombeta diante de ti, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, para serem elogiados pelos homens. Em verdade vos digo, eles já receberam a sua recompensa. 3Ao contrário, quando deres esmola, que a tua mão esquerda não saiba o que faz a tua mão direita, 4de modo que a tua esmola fique oculta. E o teu Pai, que vê o que está oculto, te dará a recompensa. 5Quando orardes, não sejais como os hipócritas, que gostam de rezar em pé, nas sinagogas e nas esquinas das praças, para serem vistos pelos homens. Em verdade vos digo, eles já receberam a sua recompensa. 6Ao contrário, quando tu orares, entra no teu quarto, fecha a porta e reza ao teu Pai, que está oculto. E o teu Pai, que vê o que está escondido, te dará a recompensa. 16Quando jejuardes, não fiqueis com o rosto triste como os hipócritas. Eles desfiguram o rosto para que os homens vejam que estão jejuando. Em verdade vos digo, eles já receberam a sua recompensa. 17Tu, porém, quando jejuares, perfuma a cabeça e lava o rosto, 18para que os homens não vejam que tu estás jejuando, mas somente teu Pai, que está oculto. E o teu Pai, que vê o que está escondido, te dará a recompensa”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui